Espiritualidade e Sociedade





Adair Ribeiro

>   O papel de Amélie

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Adair Ribeiro
>    O papel de Amélie


Para tentar deixar mais claro a todos o que aconteceu após o desencarne de Allan Kardec, segue texto e pesquisa do CSI do Espiritismo.
Qual foi o papel de Amélie Boudet nos primeiros meses antes da criação da Sociedade Anônima; quais foram suas responsabilidades com a Revista Espírita e as obras do mestre; e quem verdadeiramente estava à frente do legado de Allan Kardec nos primeiros meses após o seu desencarne?
São respostas que as fontes primárias estão nos revelando a cada pesquisa efetuada baseada nas novas descobertas de documentos e manuscritos.
Conhecendo a historiografia podemos chegar mais próximo da verdade dos fatos, sem especulações e teorias conspiratórias desnecessárias e acrônicas.

 

Estaria Amélie Boudet (AB), residente na Avenue de Ségur, durante a criação da SA, alheia ao que acontecia na LS na Rue de Lille, a cerca de 2 km de distância?

Repetindo nossa suposição, devidamente fundamentada na última publicação: "AG foi impressa entre FEV e MAR e publicada entre ABR e MAI. Provavelmente a impressão p/ as provas (revisão de AK) deve ter ocorrido antes de FEV.". Lembrando q a tipografia foi a Rouge, a editora foi a LS (Livraria Espírita de AK/AB) e as livrarias foram ainda a LI (Livraria Internacional de Lacroix) e a LA (Livraria Acadêmica de Didier).

Supondo q msm dps de impressa, alguém teria ido à tipografia após a morte de AK dizer p/ trocar alguns cadernos do livro, vejam os problemas q teriam q ser solucionados por quem imagina esta hipótese:

1. A tipografia (msm sujeita a perder o brevet de funcionamento, no caso de alguma denúncia) aceitar (em troco de q?) fazer as substituições (ainda + sob a censura da lei de imprensa).
2. A troca (a q preço?) de um caderno não é tão simples como substituir algumas pgs. Cd 36 pgs, impressas de uma única vez numa folha de impressão tamanho Jésus no formato in-18, corresponde geralmente a 2 cadernos, 1 de 24 e 1 de 12 pgs. Poderiam haver variações, como observamos no exemplar físico da 5ª ed de 1872, c/ 27 cadernos (11 cadernos de 24 pgs, 10 cadernos de 12 pgs, 2 cadernos de 8 pgs, 1 caderno de 32 pgs, 1 caderno de 20 pgs, 1 caderno de 16 pgs e 1 caderno de 4 pgs).
3. AB estaria participado ativamente da criação da SA entre ABR e JUN, enquanto a nova edição de AG estaria sendo publicada.
4. Dps disso AB esteve presente na Rue de Lille em pelo menos 2 ocasiões, ambas posteriores à 1ª impressão da 5ª ed de AG, conforme já demonstramos, o q, p/ nós, mostra q ela continuava atuante e não estava alheia a nd. A fundação da SA em 03/07/1869 foi na Avenue de Ségur, e foi devidamente registrada em 22/07/1869 pelo notário Sr. Philéas Vassal. Seu endereço era Boulevard Sébastopol, 58. Já na época havia a necessidade de reconhecimento de firma. Mas as 2 primeiras assembleias gerais aconteceram na Rue de Lille em 29/07/1869 e 13/08/1869, e foram registradas em 20/08/1869 pelo mesmo notário.
5. AB obtém o brevet da LS em 20/08/1869, transferido de AK.

Portanto AB não poderia estar conivente c/ qq alteração em AG de 1869, cujo exemplar foi encontrado na Suíça pelo CSI. E ainda, sua impressão e publicação ocorreu antes da fundação da SA, o q tb requeria sua participação ativa. P/ quem ainda tem dúvidas, vejam alguns extratos da RE de MAI de 1869 sobre a decisão de AB em relação ao Fundo Geral do Espiritismo (destaques em maiúsculas são nossos):

"...a Sra. Allan Kardec, ÚNICA PROPRIETÁRIA LEGAL DAS OBRAS E DA REVISTA, deseja, por devotamento à Doutrina:

1º Doar anualmente à Caixa Geral do Espiritismo o excedente dos lucros provenientes da venda dos livros espíritas e das assinaturas da Revista, bem como das operações da Livraria Espírita, mas COM A CONDIÇÃO EXPRESSA DE QUE NINGUÉM, a título de membro da Comissão Central ou outra, TENHA O DIREITO DE IMISCUIR-SE NESTE NEGÓCIO INDUSTRIAL, e que os recebimentos, sejam quais forem, sejam recolhidos sem observação, já que ELA PRETENDE TUDO GERIR PESSOALMENTE, PROGRAMAR AS REIMPRESSÕES DAS OBRAS, AS PUBLICAÇÕES NOVAS, regular a seu critério os emolumentos de seus empregados, o aluguel, as despesas futuras, NUMA PALAVRA, TODOS OS GASTOS GERAIS;

2º A Revista está aberta à publicação dos artigos que a Comissão Central julgar úteis à causa do Espiritismo, mas COM A CONDIÇÃO EXPRESSA DE SEREM PREVIAMENTE SANCIONADOS PELA PROPRIETÁRIA e pelo comitê de redação, sucedendo o mesmo com todas as publicações, sejam quais forem...".

E conclui-se: "...Comunicadas estas decisões à Sociedade de Paris, NA SESSÃO DE 16 DE ABRIL, foi a Sra. Allan Kardec objeto de unânimes felicitações...". Claro, evidentemente, ela tb deveria estar presente na Rue de Lille neste dia.

 

Referências: https://www.siv.archives-nationales.culture.gouv.fr/siv/rechercheconsultation/consultation/ir/pdfIR.action?irId=FRAN_IR_056952 e https://www.retronews.fr/journal/la-revue-spirite/1-mai-1869/1829/3285409/27.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 


Fonte: https://www.facebook.com/groups/lihpe/?multi_permalinks=2136485596476570%2C2133618733429923%2C2126551057470024&notif_id=1592451577023697&notif_t=group_activity&ref=notif


 

 

Leiam também de Adair Ribeiro,
seta dupla verde claro direita  Adolphe Laurent de Faget – um levantamento bibliográfico e a 5ª edição de A Gênese
seta dupla verde claro direita  A Hermenêutica e uma pequena análise sobre a alteração do item 1, Capítulo XIV do livro A Gênese
seta dupla verde claro direita  A Importância da historiografia na ajuda das traduções das obras de Allan Kardec
seta dupla verde claro direita  Manuscrito com rascunho de próprio punho de Allan Kardec da 1a. edição do Catálogo Racional
seta dupla verde claro direita  Manuscrito inédito de A. Desliens - “Regeneração dos povos do Oriente” – O caminho percorrido até a sua publicação
seta dupla verde claro direita  Papel de Amélie (O)

 

Leiam também de Adair Ribeiro; Carlos Seth Bastos; Luciana Farias
seta dupla verde claro direita  Manuscritos: os bastidores do trabalho de Kardec
seta dupla verde claro direita  Uma revisão na história da 5a edição de A Gênese Parte I - Os eventos relacionados à impressão e à publicação da edição de 1869
seta dupla verde claro direita  Uma revisão na história da 5a edição de A Gênese Parte 2- Os eventos relacionados à impressão e à publicação da edição de 1869

 




topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z  - Allan Kardec   - Special Page - Translated Titles

* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual :