Espiritualidade e Sociedade





Guilherme Dantas Nogueira

>    Comunidades de terreiro na Argentina

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Guilherme Dantas Nogueira
>    Comunidades de terreiro na Argentina

 

 

 

Resumo

Busco com o artigo apresentar o modo de funcionamento e o contexto social das comunidades de terreiro na Argentina, o que passa por sumarizar o processo de transnacionalização e consequente fixação das religiões afro-brasileiras desde o Brasil àquele país. Para tanto, recorri à pesquisa de campo com imersão junto à comunidade do terreiro IléNueva Conciéncia, localizado na província de Buenos Aires, assim como a diálogos com diferentes religiosos e visitas a locais de referência/interesse dos religiosos. Demais informações foram recuperadas via pesquisa bibliográfica e contato com outros públicos interessados não apenas na temática afrorreligiosa, mas afrodescendente na Argentina.

Comunidades de terreiro e suas religiões resistem a um ambiente social intolerante na Argentina e a um Estado que sustenta o catolicismo como religião do governo, e seguem cultuando seus antepassados e divindades, sendo, ainda, pioneiras na luta contra o racismo naquele país.

 

* texto disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

 

Guilherme Dantas Nogueira
Universidade de Brasília –Brasil
Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasilia (UNB).

 

 

Fonte: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/csr/article/view/12326

DOI: https://doi.org/10.20396/csr.v20i29.12326

NOGUEIRA, G. D. Comunidades de terreiro en Argentina. Ciencias Sociales y Religión/Ciências Sociais e Religião, Campinas, SP, v. 20, n. 29, p. 180–199, 2018. DOI: 10.20396/csr.v20i29.12326. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/csr/article/view/12326.

 

 

 



* * *

 


 



topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual