Espiritualidade e Sociedade





Márden Cardoso Miranda Hott


>   Ciberespaço em pandemia: eficácia das “lives” espiritualistas na saúde mental

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Márden Cardoso Miranda Hott
>    Ciberespaço em pandemia: eficácia das “lives” espiritualistas na saúde mental


Docente do Programa de Pós-Graduação em Educadores da Saúde pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil

Graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Pontifícia Universidade Católica de MG (1998) . Especialização em Pedagogia para o Ensino em Saúde - Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais (2009). Mestre na área de Ciências da Saúde / Saúde Coletiva e Comunicação Humana / Ciências Fonoaudiológicas - Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (2016). Experiência Profissional na Coordenação, Supervisão, Docência, Tutoria e Orientação na área de Saúde e Educação. Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas: Luto e Espiritualidade / Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais - Saúde Auditiva, Educação em Saúde, Covid-19 e SARS-Cov-2. Escritora, consultora, avaliadora e revisora de obras

 

 

Resumo

 

O espiritismo à brasileira se notabilizou pelo poder discursivo nas palestras, contudo, no cenário de isolamento social, requerido pelo contexto do Novo Coronavírus, esta prática presencial foi cerceada objetivando conter a proliferação viral através do contágio interpessoal ou via fômites.

Os conferencistas espíritas ganharam considerável amplitude no ciberespaço, promovendo uma verdadeira pandemia de live’s ou transmissões ao vivo, empenhados em manter a sanidade emocional mediante o alicerce da espiritualidade, considerando que um grande número de pessoas estão sendo impactadas negativamente na saúde mental se comparadas aos infectados pelo microrganismo em evidência. Os esforços cibernéticos têm atraído inúmeros espectadores, o que demonstra a eficiência das iniciativas dos “educadores”, mas nem sempre sua
eficácia.

Quando se trata da relação entre redes sociais e espiritualidade é substancial observar a importância da emissão dos temas para os públicos, buscando perceber se a informação está adaptada ao propósito, contemplando as expectativas dos envolvidos.

As live’s sobre espiritualidade são combustíveis para enfrentamento das fragilidades emocionais do momento global, porém precisam ser otimizadas, as pautas necessitam da diversidade, os horários carecem de alternativas e requerem atenção ao espectador, assim servirão como verdadeira fonte de cuidado para com as dimensões humanas.

 

* - texto também disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

 

 

 

Fonte: https://doi.org/10.31005/iajmh.v3i0.129

https://iajmh.emnuvens.com.br/iajmh/article/download/129/154

InterAm J Med Health 2020;3:e202003035

Como citar este artigo / How to cite this article

Hott M. Ciberespaço em pandemia: eficácia das “lives” espiritualistas na saúde mental Pandemic cyber space: effectiveness of spiritualist lives on mental health.
InterAm J Med Health 2020;3:e202003036.

 

 

 



* * *

 


 



topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z  - Allan Kardec   - Special Page - Translated Titles

* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual :