José Herculano Pires

>   Desenvolvimento do Fenômeno Cristão no sentido da Libertação Espiritual

Artigos, teses e publicações

José Herculano Pires
>   Desenvolvimento do Fenômeno Cristão no sentido da Libertação Espiritual

 

 

Estagnações de espírito e atividades renovadoras
– A luta contra a inércia espiritual
– A Promessa do Consolador

 

 

As convenções sociais possuem aquele poder da segunda natureza, a que se referia Aristóteles. Dominados desde a infância pela força das convenções, os homens acabam por adaptar-se a elas com inteira submissão. A inércia, lei da matéria, que modernamente se transferiu para a energia, funciona também no plano do espírito. Habituados a determinadas fórmulas, os homens não encontram jeito de viver sem elas. Só os grandes vendavais biológicos e sociais, através da dor e da morte, das convulsões e transformações da sociedade, conseguem desalojar os indivíduos e as massas da estagnação rotineira.

Em todos os campos das atividades humanas, o apego às convenções impede o progresso, o arejamento das consciências. Mas em nenhum deles esse apego é tão forte, tão poderoso, como na religião. A história nos mostra a luta dos grandes reformadores contra a inércia do espírito nas religiões do passado: Hermes enfrentando as tradições milenárias da Índia, Buda revolucionando o Bramanismo, Jesus reformando o Judaísmo. No tocante a Jesus, o processo de reforma, de transformação profunda, prossegue ainda aos nossos olhos. Basta um ligeiro confronto do Sermão da Montanha com a chamada civilização cristã, ou com os próprios cristãos, como o fez Gandhi, para vermos que, depois de dois mil anos, o Cristianismo ainda luta com o "fermento dos fariseus", a que o Mestre aludia no seu tempo.

Função do Espiritismo é prosseguir a revolução cristã. O fenômeno cristão atinge no Espiritismo uma nova fase. E é por isso que o movimento espírita representa um poderoso impulso contra o formalismo religioso, contra as convenções, as fórmulas da inércia espiritual. Cumprimento histórico da Promessa do Consolador, feita no Evangelho de João, o Espiritismo restabelece a essência do Cristianismo, ressuscita o ensino do Mestre em espírito e verdade, como o próprio Mestre ressuscitou em espírito. Não admira, pois, que haja espíritas ainda apegados a fórmulas sacramentais e litúrgicas. São criaturas que não compreenderam a doutrina, e embora levados na correnteza da evolução, querem apegar-se aos hábitos ancestrais. Mais hoje, mais amanhã, compreenderão o seu engano, pois o Espiritismo as trabalha dia a dia as suas consciências, e acabará despertando-as para a lição da água viva da mulher samaritana.

No primeiro capítulo de "Ave Cristo!", de Emmanuel, psicografado por Chico Xavier, encontramos uma exposição da luta do Cristianismo contra a inércia espiritual do mundo romano. Este pequeno trecho dará uma ideia clara do que então se passava, e nos lembrará algumas semelhanças com a situação atual, enfrentada pelo Espiritismo: "Adensou-se o nevoeiro da estagnação e da morte entre as criaturas. As águias imperiais assentaram, na cega idolatria de Júpiter, a mentirosa religião da vaidade e do poder. E enquanto os deuses de pedra absorvem os favores da fortuna, alonga-se a miséria e a ignorância do povo, reclamando o pronunciamento do céu. Como se expressará, porém, a intervenção divina, sem a cooperação humana?"

Vemos nesse trecho o fenômeno da estagnação, pelo domínio da inércia, e a necessidade de elementos humanos que se disponham a rompê-la. O céu não se pronuncia entre os homens senão por meio dos homens. As revelações são feitas através de médiuns. A cooperação humana é portanto indispensável, para que os homens se libertem da estagnação espiritual, produzida pela inércia.

Kardec e os pioneiros heroicos do Espiritismo repetiram, em meados do século passado, a epopeia apostólica, sacudindo a inércia dos povos com as renovadas lições do Evangelho. E agora, neste exato momento em que nos encontramos, os espíritas precisam ouvir a advertência de Emmanuel, no prefácio do livro a que acima nos referimos: "O Espiritismo, que atualmente revive o apostolado redentor do Evangelho, em suas tarefas de reconstrução, clama por almas valorosas no sacrifício de si mesmas, para estender-se vitorioso."

 



Fonte: J. Herculano Pires no livro "O HOMEM NOVO"

 

 

 

 


topo


Leia também de José Herculano Pires:

seta dupla verde claro direita   100 anos de "O Livro dos Espíritos"
seta dupla verde claro direita   Ação Espírita na Transformação do Mundo
seta dupla verde claro direita   Agonia das Religiões
seta dupla verde claro direita   Analítica de Deus
seta dupla verde claro direita   Arigó: vida, mediunidade e martírio
seta dupla verde claro direita   Biografias e bibliografia
seta dupla verde claro direita   O Centro e a Comunidade

seta dupla verde claro direita   Centro Espírita
seta dupla verde claro direita   O Centro Espírita
seta dupla verde claro direita   O Céu e o Inferno
seta dupla verde claro direita   Ciência Espírita e suas implicações terapêuticas
seta dupla verde claro direita   Ciência e Superstição
seta dupla verde claro direita   Conceito de mediunidade
seta dupla verde claro direita   Concepção Existencial de Deus
seta dupla verde claro direita   A Confluência
seta dupla verde claro direita   Conteúdo Resumido das Obras de J. Herculano Pires
seta dupla verde claro direita   Cultura Espírita
seta dupla verde claro direita   A Criação do Homem
seta dupla verde claro direita   Curso Dinâmico de Espiritismo - O Grande Desconhecido
seta dupla verde claro direita   Da Serenidade Humana
seta dupla verde claro direita   Das necessidades das sessões espíritas e das condições para a sua realização
seta dupla verde claro direita   Desenvolvimento do Fenômeno Cristão no sentido da Libertação Espiritual
seta dupla verde claro direita   Desaparece o Sectarismo à medida que se desenvolve o Cristianismo
seta dupla verde claro direita   O Desenvolvimento Científico

seta dupla verde claro direita   A Desfiguração do Cristo
seta dupla verde claro direita   O Despertar da Existência
seta dupla verde claro direita   DEUS

seta dupla verde claro direita   Deus e o Homem
seta dupla verde claro direita   Educação para a Morte
seta dupla verde claro direita   Epistemologia Espírita
seta dupla verde claro direita   O Espírita e o Mundo Atual
seta dupla verde claro direita   Espiritismo Dialético
seta dupla verde claro direita   O Espírito e o Tempo
seta dupla verde claro direita   Evolução Espiritual do Homem - Na perspectiva da Doutrina Espírita
seta dupla verde claro direita   A Falange do Consolador
seta dupla verde claro direita   A Fase Intermediária da Moralidade Subjetiva
seta dupla verde claro direita   A Filosofia do Espírito
seta dupla verde claro direita   Filosofia e Espiritismo

seta dupla verde claro direita   Filosofia viva e racional, sem o espírito de sistema

seta dupla verde claro direita   Formação do Novo Homem
seta dupla verde claro direita   O homem no mundo como ser na existência
seta dupla verde claro direita   O Homem Novo
seta dupla verde claro direita   O Infinito e o Finito
seta dupla verde claro direita   Introdução à Filosofia Espírita
seta dupla verde claro direita   Irrefutáveis as provas da sobrevivência humana
seta dupla verde claro direita   Kardec e a evolução do Espiritismo

seta dupla verde claro direita   Lembrava-se a menina de Delhi de ter vivido antes em Mathura
seta dupla verde claro direita   A Lenda do dilúvio
seta dupla verde claro direita   Mediunidade
seta dupla verde claro direita   O Menino e o Anjo
seta dupla verde claro direita   O Método de Kardec
seta dupla verde claro direita   O Mistério do Bem e do Mal
seta dupla verde claro direita   O Mistério do Ser ante a Dor e a Morte
seta dupla verde claro direita   Motivos de dificuldades nas curas

seta dupla verde claro direita   Na Hora do Testemunho
seta dupla verde claro direita   Nascimento da Educação Espírita
seta dupla verde claro direita   No Limiar do Amanhã - (Lições de Espiritismo)
seta dupla verde claro direita   Obsessão - o Passe – a Doutrinação
seta dupla verde claro direita   O Panpsiquismo e a Unidade Espiritual do Homem
seta dupla verde claro direita   Parapsicologia e Interpretações Pessoais
seta dupla verde claro direita   Parapsicologia Hoje e Amanhã
seta dupla verde claro direita   Pedagogia Espírita
seta dupla verde claro direita   A Pedagogia de Jesus

seta dupla verde claro direita   A Pedra e o Joio
seta dupla verde claro direita   Pesquisa sobre o Amor
seta dupla verde claro direita   O Problema da violência

seta dupla verde claro direita   Que Ciência é essa?

seta dupla verde claro direita   O Reino
seta dupla verde claro direita   Restabelecendo o equilíbrio nas relações corpo-espírito
seta dupla verde claro direita   Resignação Espírita
seta dupla verde claro direita   Revisão do Cristianismo
seta dupla verde claro direita   O Sentido da Vida
seta dupla verde claro direita   Somos os Construtores do Mundo
seta dupla verde claro direita   Os Sonhos de Liberdade
seta dupla verde claro direita   Os Três Caminhos de Hécate
seta dupla verde claro direita   Uma tomada de consciência
seta dupla verde claro direita   Vampirismo
seta dupla verde claro direita   Visão Espírita da Bíblia

José Herculano Pires & Júlio Abreu Filho
seta dupla verde claro direita   O Verbo e a carne

José Herculano Pires, (Irmão Saulo); Maria Dolores; Chico Xavier
seta dupla verde claro direita   A Dor e o Tempo / Elevação

José Herculano Pires; Marcelo Henrique Pereira
seta dupla verde claro direita   A Gnosis Espírita



veja também sobre Herculano Pires:


      Mariotti, Humberto & Ramos, Clóvis
seta dupla verde claro direita  Filósofo Herculano Pires e Poeta

      Rizzini, Jorge
seta dupla verde claro direita  J. Herculano Pires, o Apóstolo de Kardec - o Homem, a Vida, a Obra
seta dupla verde claro direita  J. Herculano Pires, o fiel tradutor de Kardec

      Mollo, Elio
seta dupla verde claro direita  José Herculano Pires - pequena biografia

 


topo