José Reis Chaves

>   Só de Deus é a Infinita Providência, e não é menor a sua previdência

Artigos, teses e publicações

José Reis Chaves
>   Só de Deus é a Infinita Providência, e não é menor a sua previdência


 

Providência e previdência, duas palavras semelhantes em sua forma e, também, em seus significados. Isso vale igualmente para os seus correlatos: prover, providente, improvidente, prever, previdente, imprevidente. E providente é até sinônimo de previdente: prudente.

E prever significa também profetizar algo no futuro (pré-cognição) ou já acontecido (retrocognição). E os profetas são chamados hoje de médiuns videntes, pessoas que têm dons espirituais do seu espírito (1 Coríntios 14: 14). E, para quem pensa que vidente é coisa diabólica, eu digo que é bíblica, pois os profetas eram chamados também de videntes (1 Samuel 9: 9). Mas existem os falsos e os verdadeiros. Por isso, é que os espíritos que se manifestam através deles devem ser examinados (1 João 4: 1; e 1 Coríntios 12: 10). E isso nos prova que há dois tipos de profetas ou médiuns: os espíritos encarnados e os desencarnados (1 Coríntios 14: 32).

Atribui-se a Deus, também, o nome de Providência Divina, e por que Ele não seria, igualmente, Previdência Divina? O certo é que nenhum projeto divino pode ter uma falha sequer. E Ele nos deu uma coisa tão valiosa, que ela até nos diferencia de outros seres vivos, a saber, o livre-arbítrio. Mas se esse livre-arbítrio pudesse ser causa de perdição sempiterna para nós, jamais Deus no-lo teria dado. Se não fosse assim, o livre-arbítrio seria para nós como que uma isca traiçoeira colocada no anzol para pescar o peixe. Os homens até que são pescados para Deus, mas não com anzol e para uma infelicidade sem fim!

Nós somos também providentes e previdentes, mas limitados. Daí que nossos projetos nem sempre têm um final feliz, o que ocorre somente quando eles se caracterizam pela busca do bem não só para nós, mas também para os outros, ou seja, quando eles seguem as diretrizes da máxima do excelso Mestre: “Fazei aos outros o que quereis que eles vos façam.” Essa máxima é uma das mais importantes da sua mensagem para nós, e que é baseada no amor que Deus tem para com todas as suas criaturas. Daí que Ele quer que elas se amem também reciprocamente. A missão do seu Enviado foi e é a de propagar esse amor recíproco incondicional entre todos nós, e que, por isso mesmo, em gratidão a Deus, nós devemos amá-Lo, também, sobre todas as coisas. Aliás, Deus é Amor, o amor deve reinar em todo mundo, tanto entre suas criaturas, como delas para com Ele. Assim é, pois foi com a maior providência e a maior previdência, em amor, que Deus nos criou.

E, apesar de nosso amor ser finito, imperfeito, e de sermos improvidentes e imprevidentes, nós realizamos também, com sucesso, nossos projetos.

E, a olhos vistos, as chances de nossa regeneração é o fenômeno da reencarnação com a qual Deus nos premiou com suas infinitas providência e previdência!

 

 

Na Rede Mundo Maior, por parabólica digital e www.tvmundomaior.com.br, o programa “Presença Espírita na Bíblia”, com Celina e este colunista, nas quintas-feiras, às 20h, e reprise aos domingos, às 23h. Para suas perguntas e sugestões: presenca@tvmundomaior.com.br E, na Rede TV, o “Transição”, aos domingos, às 16h15, com reprise à 1h45 das quintas-feiras.

Recomendo “Atualidade de Kardec – O Perispírito”, Rubens P. Meira, e “Uma Nova Visão do Homem e do Mundo”, Jaci Régis, ambos da Letras & Textos Editora: www.fraternidadeassi.com.br, tel. (11) 2021-1998, distribuídos também por www.editorachicoxavier.com.br, tel. 0800-283-7147.



 

 

Fonte: https://www.otempo.com.br/opiniao/jose-reis-chaves/so-de-deus-e-a-infinita-providencia-e-nao-e-menor-a-sua-previdencia-1.691663

 

 


topo

 

Leiam outros textos de José Reis Chaves:



>   As 400 mil alterações da Bíblia e suas abusivas interpretações
>   O Aborto é condenado pelas religiões, mas com diferentes opiniões
>   Ampliemos Nossos Santos Patrimônios, Amando Nossos Demônios
>   Analisando-se as ressurreições, constata-se que elas são também aparições
>   A Bíblia não é a palavra de Deus, mas a palavra sobre Deus
>   A bilocação ou a viagem astral dos santos
>   A crença na reencarnação é quase universal
>   O Criacionismo e o Evolucionismo são duas verdades possíveis

>   Criam-se conflitos e até traumas com as mudanças de paradigmas
>  O cristianismo está dividido entre os dogmas e o evangelho
>   O cristão Kardec não adulterou a Bíblia e menos ainda fez outra
>   Demos as mãos à verdade, acatando na Bíblia a Mediunidade
>   Deus Criador Incriado e Superior, e Deus Criador Criado e Superior
>   Deus e o livre-arbítrio
>   A Diversidade religiosa  
>   A doutrina evangélica das obras e a paulina de sacrifícios e da graça
>   Em grego e português, palingenesia é sinônima de reencarnação
>   Em Teologia não sejamos um moleque, saibamos, pois, o que é Filioque
>   É o Espírito Santo dogmático que causa polêmica, não o bíblico
>   Espiriticamente, como se explicaria a tragédia de Santa Maria?
>   O Espiritismo nada tem a ver com Bruxaria e menos ainda com feitiçaria
>   O Espiritismo tem evidências científicas
>   Espírito Santo é todo espírito comunicante
>   A Fé sem obras é a contrária à razão, a Raciocinada leva-nos à ação
>   Fiéis ao Espiritismo Científico, mas não ao seu lado evangélico
>   A fraca e estéril Fé da Educação e a forte e fértil Fé da Instrução
>   A graça divina é nula enquanto nós não nos dispusermos a recebê-la
>   A grande mentira: ninguém veio do além para nos contar como é lá
>   Há o nascer “de novo” do espírito sim, mas há também o da carne
>   Homens inspirados por espíritos tidos como Deus escreveram a Bíblia
>   Honremos a Bíblia Mosaica, mas sigamos a Cristã em nada judaica
>   A Mulher não é Ovípara
>   Não é o assassinato de Jesus que nos salva
>   Nós nos movemos no tempo, mas é ele que se move em Deus
>   Para os Cristãos, ele é um Encanto, mas o que é mesmo o Espírito Santo?
>   Para uns a reencarnação é maldita, mas na verdade ela é bendita
>   As penas bíblicas são eternas e jamais poderiam ser sempiternas
>   Qual cristianismo é o verdadeiro, o dogmático ou o evangélico?
>   Qual é o certo, o Deus ou o espírito santo na terceira pessoa?
>   A reencarnação segundo a Bíblia e a ciência
>   Ressurreição e reencarnação, duas palavras que são uma
>   Satanás e diabos não são bem espíritos, e os demônios somos todos nós
>   Se sua morte resgatou nossos pecados, pecado paga pecado!
>   Só de Deus é a Infinita Providência, e não é menor a sua previdência
>   Teologia nunca foi matemática, os Teólogos criaram essa problemática
>   Um Paradigma de Fé Ortodoxo, eis o que faz da Igreja um paradoxo
>   A universalidade da reencarnação
>   Vivam as crenças inclusivistas e Abaixo as Exclusivistas

 


topo


 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z 
  - Allan Kardec
   -   Special Page - Translated Titles
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual :