Espiritualidade e Sociedade - Bibliografia


Vídeos

 


Astrid Sayegh

Bergson e o Espiritismo: a evolução do princípio espiritual

5.º ENLIHPE - Trabalhos apresentados

Compartilhar

Astrid Sayegh
>    Bergson e o Espiritismo: a evolução do princípio espiritual




Para assistir no Youtube: - https://youtu.be/QI7B6-5oOZo

 

A originalidade do Espiritualismo de Bérgson


A filosofia de Henri Bergson (Paris, 1859-1941) pode ser definida com o nome de evolucionismo espiritualista. Ela constitui o ponto de referência do pensamento francês entre o fim do séc. XIX e as primeiras décadas do séc. XX. Nessa filosofia fundem-se os temas do espiritualismo antigo, como o de Agostinho, e os da tradição espiritualista francesa, que encontra suas maiores expressões em Descartes e Pascal.

A temática bergsoniana aproxima-se da temática espírita, talvez pelo fato de serem contemporâneas, mas isso não significa definitivamente que Bergson possa ser considerado espírita. O bergsonismo se aproxima da Filosofia Espírita pela sua temática sim, pelos seus fundamentos, mas resguardada a conceituação específica de cada um. Dado o fato de Bergson viver em Paris e à mesma época de Kardec, talvez se explique a identificação da temática, peculiar ao período que sucedeu ao Iluminismo. Em meio a essa temática podemos destacar: a teoria do princípio espiritual, o conceito de espírito e memória, a relação corpo-espírito, provas positivas da existência do espírito independentemente do corpo físico, a imortalidade da alma e, sobretudo o papel da intuição, como o modo de conhecimento espiritual por excelência. Bergson conclui seu pensamento ainda exaltando a vida social como o fim último da existência, a qual se realiza, autenticamente, através de uma moral aberta e de uma religião dinâmica.

Em sua obra, As duas Fontes da Moral e da Religião, o referido filósofo exalta a necessidade do desenvolvimento de uma "ciência psíquica", pois somente através dela é que se poderá alcançar a certeza científica da imortalidade da alma e com isso se obter uma metafísica, não abstrata, mas fundada em um empirismo superior. Conta-se que ele mesmo se dedicou a pesquisas sobre a comunicação com desencarnados, mas que, no entanto, foram desprezadas a sua época. Participou do Grupo de Estudos de Fenômenos Psíquicos 1 (BERGSON, Henri. Mélanges. Paris: Presses Universitaires de France, 1972) em Paris e foi presidente da Society for Psychical Research de Londres, quando pronunciou a notável conferência "Fantasmas dos vivos", e que consta em sua obra A Energia Espiritual 2 (BERGSON, Henri. L'énergie spirituelle. Paris: Presses Universitaires de France, 1985).

>>>   leia mais

 

 

Índice:

- clique aqui para voltar para a página índice de vídeos -