Espirituialidades e Sociedade


Notícias:

>    III Congresso Brasileiro de Psicólogos Espíritas



Compartilhar
 

 

 

23/08/2019

 

PSICÓLOGOS ESPÍRITAS REALIZAM CONGRESSO EM SÃO PAULO

 


Na abertura, representando Feesp: Roberto Watanabe, Aliança Evangélica Espírita: Eduardo Miyashiro,
USE: Aparecido José Orlando, Fórum Permanente das Entidades Espíritas Especializadas: Gilda Barbosa e AME- Brasil: Marcelo Saad


A Associação Brasileira de Psicólogos Espíritas (Abrape) realizou no último final de semana, 17 e 18 de agosto de 2019, o III Congresso Brasileiro de Psicólogos Espíritas, reunindo cerca de 600 participantes no Auditório Bezerra de Menezes da Federação Espírita do Estado de São Paulo.

Nos dois dias de evento foram apresentados 13 temas, abordando o eixo central do congresso “Psicologia, espiritualidade e ética nas relações humanas”. Houve também uma mesa inter-religiosa sobre “Práticas clínicas e religiosidade”, da qual participaram representantes do espiritismo (Marcia Carijó, da Abrape), do catolicismo (Maria Ondina Peruzzo, do Instituto Acolher), das religiões evangélicas (Fátima Cristina Fontes, do Corpo de Psicólogos Cristãos) e africanas (Ronilda Ribeiro).

 

 


Cerca de 600 pessoas participaram nos dois dias de evento na Feesp, em São Paulo

 

A parte artística foi abrilhantada pelo Coral Luminare, Duo Vozes Eternas e Paula Zamp. O evento contou com o apoio de diversas entidades espíritas, dentre as quais: Feesp, USE, Aliança Espírita Evangélica. Associação Médico-Espírita do Brasil, TV Mundo Maior e Rádio Boa Nova.

Aparecido José Orlando, presidente da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, lembrou na abertura do congresso que a realização de eventos fora das casas espíritas permite que profissionais e interessados tenham maior acesso às ideias espíritas, esclarecendo dúvidas importantes em tempos de tanta informação sobre o espiritismo. “Não podemos esperar que as pessoas nos procurem para que a verdade seja comunicada, para que através desse conhecimento possamos diminuir as taxas de suicídio, de depressão, através da mensagem dos espíritos trazida por Allan Kardec, cujo objetivo final é acabar com o materialismo”.

“O III Congresso Brasileiro de Psicologia e Espiritismo é a oportunidade que encontramos de trazer assuntos relevantes para o campo da discussão e da informação, de levantar questões na área da espiritualidade, do espiritismo e também da psicologia”, analisou Ercília Zilli, presidente da Abrape. “O evento recebe vários pesquisadores com linhas de pesquisas muito interessantes, que acredito possam contribuir para o conhecimento dos psicólogos espíritas e espíritas de modo geral”, destacou.

A programação do congresso, no sábado, 17, contou com os palestrantes: Jussara Dantas (O conceito de sombra em Young e o projeto reencarnatório), Sonia Maria Prado (Terapia comunitária e saúde mental), Marcelo Saad, da AME-Brasil (Rumo ao verdadeiro modelo bio-psico-social-espiritual da saúde), Andrea Kogan (A reencarnação e a mediunidade no judaísmo e no espiritismo), Luis Eduardo Berni (A autonomia da espiritualidade como fundamento para uma cultura de paz), Jáder Sampaio (Relação de ajuda de Carl Rogers no atendimento aos espíritos desencarnados).

No domingo, Paulo Henrique Figueiredo (O impacto de A gênese revisada no processo de transformação interior do espírita), Everton Maraldi (Pesquisa científica das experiências mediúnicas: passado, presente e futuro), João Lourenço Navajas (Saúde e doença: visão médico-espírita dos transtornos mentais), André Marouço (A importância das mídias sociais na divulgação responsável do espiritismo), Ercília Zilli (O psicólogo, o inconsciente e a mediunidade na psicoterapia) José Carlos De Lucca (Perfeição ou aperfeiçoamento? A psicologia da transformação social).

Falando sobre o psicólogo, o inconsciente e a mediunidade na psicoterapia, Ercília Zilli lembrou que não é o corpo que vai para a terapia. “Nós trabalhamos com espíritos, com a alma. Quando falamos em psicólogos espíritas, não estamos falando de uma metodologia espírita, mas de uma capacitação para lidar com a religiosidade do paciente dentro de uma ótica profissional. Precisamos devolver a alma para a psicologia. A psicologia é parteira. Tira de dentro as potencialidades divinas que já estão no ser.

Como último orador do evento, o escritor José Carlos De Lucca citou Kardec, ao lembrar que evolução espiritual é a conquista da felicidade, o que não se consegue só com passe e assistência espiritual, mas no processo de autoconhecimento e transformação. “É preciso reconhecer que somos espíritos em construção para que a nossa viagem interior possa ser mais prazerosa”.

Eliana Haddad e Izabel Vitusso

 

 

Fonte: https://correio.news/especial/congresso-abrape?fbclid=IwAR10afJcAVn7n41XCMWWA7hQ_9O98Li9xQ2dSS6RJ3sQNcjJ9VTvnkt-d6w

 

 

 

>>>   clique aqui para acessar a página principal de Notícias

>>>   clique aqui para voltar a página inicial do site

>>>   clique para ir direto para a primeira página de Artigos, Teses e Publicações