Espirituialidades e Sociedade


Notícias:

>    Assembleia Extraordinária da FEB - Aprovada a reforma do Estatuto da FEB retirando-se a citação a Roustaing



Compartilhar
 

 

 

16/08/2019

 

Assembleia Extraordinária da FEB
Brasília, DF

 


 

Foi realizada no sábado, 10 de agosto de 2019, a Assembleia Geral Extraordinária que aprovou alteração no seu Estatuto retirando o artigo que previa o estudo das obras de J.B.Roustaing. César Perri que participou do importante evento nos explica sobre o encontro e o que nele foi decidido.

 

Redação: Qual o objetivo da Assembleia da FEB do dia 10 de agosto?

Perri: O presidente da FEB Jorge Godinho convocou Assembleia Geral Extraordinária para dar continuidade à análise de propostas que foram interrompidas por medida judicial na abertura de Assembleia realizada em outubro de 2003. Na época pretendia-se retirar a citação de estudos das obras de J.B.Roustaing num parágrafo único do Artigo 1 do Estatuto da FEB. Houve uma morosa tramitação e após o transitado e julgado a FEB ganhou a causa movida por Luciano dos Anjos. Então a FEB ficou liberada para alterar qualquer artigo de seu Estatuto.

Redação: Qual foi a decisão desta recentissima Assembleia Geral?

Perri: A Assembleia Geral aprovou as mudanças propostas pelo Conselho Diretor da FEB com apenas um voto contrário.

Redação:
Então foi aprovada a reforma do Estatuto da FEB retirando-se a citação a Roustaing?

Perri:
Sim. Na nova redação do Estatuto da FEB constará apenas as obras da Codificação e o Evangelho de Jesus. Foi criado um artigo definindo que o estudo de obras subsidiárias e coerentes com a Codificação será decisão do Conselho Diretor da FEB. Houve também atualização de finalidades da FEB como organização religiosa, e atendendo preceitos do Código Civil.

Redação:
Quem votou na Assembleia Geral da FEB?

Perri:
A Assembleia Geral da FEB é formada por sócios efetivos, pessoas físicas. Assinaram a Ata 59 sócios, sendo 13 por procuração.

Redação:
Como estava o ambiente na Assembleia?

Perri:
Bem tranquila. Estavamos presente e bem atento. Houveram apenas duas manifestações sobre o artigo do Estatuto em análise. Mas apenas um voto contrário à nova redação. Ocorreram também contribuições num artigo relacionado com características de organização religiosa.

Redação:
Então foi uma reunião histórica?

Perri:
Sem dúvida. Era um antigo anseio do movimento espírita brasileiro. Em 2003 o então presidente Nestor Masotti tentou e a realização da Assembleia Geral foi suspensa por medida judicial. Estávamos presentes naquela Assembleia convocada e aberta na Sede Histórica da FEB no Rio de Janeiro. Testemunhamos o ambiente de frustração naquela oportunidade. O processo tramitou por mais de 11 anos.

Em Encontro realizado em outubro de 2018 em São Paulo, comemorativo aos 70 anos do Congresso Brasileiro de Unificação Espírita, na palestra de abertura focalizamos a história da unificação e as dificuldades criadas pela insistência da FEB em Roustaing. Seguiram -se mesas redondas. A vice-presidente da FEB Marta Antunes estava presente e de público assumiu o compromisso de trabalhar pela convocação de Assembleia Geral da FEB. Tudo foi gravado e rapidamente divulgado junto à mídia. Agora houve o momento do importante passo histórico.

Redação:
E o que fazer agora?

Perri:
Valorizar e intensificar mais a Campanha Comece pelo Começo, criada pela USE-SP nos idos de 1975 e aprovada pelo Conselho Federativo Nacional da FEB em novembro de 2014.

 


Foto do grupo sócios presentes na Assembleia Geral da FEB


Perri com Saulo (de Cuiabá) e Bragato (de Brasília)


Nestor João Masotti (1937- 2014) que foi presidente da Federação Espírita Brasileira.
Foto Ismael Gobbo na FEB/Brasília.


Alteração no Estatuto da FEB retira o artigo que previa o estudo das obras de J.B.Roustaing.

Fonte: www.noticiasespiritas.com.br/2019/AGOSTO/12-08-2019.htm

 

 

>>>   clique aqui para acessar a página principal de Notícias

>>>   clique aqui para voltar a página inicial do site

>>>   clique para ir direto para a primeira página de Artigos, Teses e Publicações