Espirituialidades e Sociedade


Notícias:

>   Pesquisa Nacional para Espíritas - 2017 - Resultados



Compartilhar
 

 

 

11/08/2017

 

Pesquisa Nacional para Espíritas – 2017

Lançada em primeiro de julho e encerrada em 31 de julho de 2017.

 


 

Objetivos
A finalidade dessa pesquisa é ser útil ao Movimento Espírita, contribuindo com dados indicativos do modo de pensar e agir dos espíritas. É um material que deve ser utilizado para auxiliar as ações de comunicação das instituições e servir ao ambiente de estudo acadêmico e fora dele.

Resumo
Nesta edição, a pesquisa foi elaborada com 44 questões, divididas em seis sessões: Perguntas sobre você, Para Estudantes de Cursos Espíritas, Sua maneira de entender o espiritismo, Perguntas sobre o Centro Espírita, Perguntas para Frequentadores e Perguntas para Trabalhadores.

Veja quadro a seguir:


Foi utilizada a internet e as redes sociais como veículo de distribuição do formulário eletrônico do Google e acesso ao público espírita, estimados em 2% da população brasileira, segundo o Censo 2010.

Em 2017 foram recebidas 2.616 respostas válidas, excluindo aquelas em duplicidade. Os respondentes são residentes em 451 cidades e todos os estados foram representados.

Da mesma forma que nas edições anteriores, os estados com menor participação foram: Alagoas, Maranhão, Piauí, Roraima e Tocantins. Estes estados correspondem àqueles mencionados no Censo 2010 com menor número de espíritas.

Os estados com maior concentração foram também os mesmos das edições anteriores (São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais) com exceção do Espírito Santo que aparece em segundo lugar pela primeira vez.

As edições anteriores foram em 2015 e 2016.


Relevância

Trata-se de uma iniciativa pessoal sem nenhuma participação ou apoio de nenhuma instituição. Lançada a primeira edição em julho de 2015. Inédita no Movimento Espírita por sua abrangência nacional e pela preocupação em conhecer como pensam e atuam os espíritas.

Além de captar dados sobre a participação e comportamento dos espíritas, ela tem registrado várias crenças que circulam no Movimento Espírita. Muitas delas são aceitas pelos espíritas por identificação emocional com sua essência, sem maior análise e comparação com as obras básicas e complementares, demonstrando que o processo de assimilação de crenças é diferente do processo de absorver conhecimento e pode prevalecer sobre este.

Pela forma não controlada de escolha dos respondentes, essa pesquisa não pode ser considerada probabilística, embora tenha seus méritos por mostrar tendências e preparar o terreno para futuras pesquisas.

As instituições espíritas carecem de indicadores que são fundamentais para o planejamento e a prática de uma boa gestão.

Centros Espíritas deveriam pesquisar a satisfação dos voluntários, frequentadores e assistidos, o correto entendimento das suas atividades e quão plenamente os serviços prestados atendem as necessidades e expectativas das pessoas, para promoverem mudanças produtivas ou esclarecimentos necessários.
Mais pesquisas devem ser feitas para melhor compreensão do pensamento e das ações dos espíritas.

 

Autoria

A Pesquisa Nacional para Espíritas é uma iniciativa de Ivan Franzolim (São Paulo), escritor, articulista e palestrante espírita, formado em Administração de Empresas com especialização em Marketing de Serviços (FGV) e pós-graduado em Comunicação Social (Cásper Líbero).

Compõe a pesquisa, o trabalho estatístico de Análise de Conglomerados desenvolvido por Jorge Elarrat (Rondônia), formado em Engenharia Eletrônica na Universidade Federal do Pará (UFPA), pós-graduado em metodologia do ensino superior e mestre em administração, com passagem pelo IBGE e como titular da Secretaria de Estado da Educação.

Divulgação dos Resultados
Os resultados são oferecidos integralmente ao Movimento Espírita no link: http://franzolim.blogspot.com.br/

 

- clique aqui para acessar os resultados completos em pdf -

 

 

 

Fonte: http://franzolim.blogspot.com.br/

 

 

>>>   clique aqui para acessar a página principal de Notícias

>>>   clique aqui para voltar a página inicial do site

>>>   clique para ir direto para a primeira página de Artigos, Teses e Publicações