Espiritualidade e Sociedade



Notícias :

O livro Reencarnação: vinte casos, do psiquiatra Ian Stevenson, acaba de ganhar uma edição revisada e ampliada pelo próprio autor



17
/10/2010

 

Reencarnação: vinte casos de Ian Stevenson - Edição revisada e ampliada


O livro Reencarnação: vinte casos, do psiquiatra Ian Stevenson, acaba de ganhar uma edição revisada e ampliada pelo próprio autor.

Publicada no Brasil pela Editora Vida & Consciência, a obra reúne vinte casos documentados de possíveis reencarnações, acompanhados por Setevenson em cinco diferentes países: Índia, Ceilão (atual Sri Lanka), Alaska (EUA), Líbano e Brasil.

As primeiras descrições foram complementadas, neste volume, por dados provenientes de novos contatos do pesquisador com as crianças entrevistadas, realizados em épocas posteriores. Reencarnação: vinte casos é uma das obras que inauguram a categoria Fatos e Estudos, estruturada pela editora para a divulgação de pesquisas e estudos científicos sobre o comportamento humano, no que se refere a fenômenos paranormais, além de testemunhos e vivências de transformação voltadas para o aprimoramento humano.

Este é o primeiro lançamento de uma série de estudos sobre reencarnação que a editora pretende publicar. Encontram-se no prelo mais dois livros do professor Stevenson: Reencarnação: estudos científicos de casos reais na Europa e Reencarnação: crianças que se lembram de vidas passadas.

Título: Reencarnação: vinte casos
Autor: Ian Stevenson
Número de páginas: 520
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 39,90
ISBN: 978-85-7722-095-3


Release:

Pesquisa do psiquiatra Ian Stevenson aborda a reencarnação sob a perspectiva científica

Lançado originalmente em 1966 nos Estados Unidos, Reencarnação: vinte casos foi, a princípio, destinado a cientistas, psicólogos e psiquiatras. No Brasil, a tradução surgiu em 1971 e fez enorme sucesso, demonstrando que o livro é fundamental no estudo sério e científico sobre vidas passadas. A Editora Vida & Consciência, tradicionalmente voltada às investigações espiritualistas e metafísicas no Brasil, lança agora sua segunda edição, revisada e ampliada pelo próprio autor, o médico e professor Ian Stevenson. Anos depois das entrevistas, Stevenson teve contato com as pessoas estudadas e fez suas observações nessa segunda edição, adicionando farto material à edição lançada anteriormente no Brasil, tornando-a mais instigante, interessante e completa.

O médico e professor Ian Stevenson catalogou mais de 2 mil casos de pessoas, em sua maioria crianças, que espontaneamente manifestaram recordações de vidas passadas. Reencarnação: vinte casos reúne informações sobre sete casos na Índia, três no Ceilão (atual Sri Lanka), sete no Alasca, um no Líbano e dois casos brasileiros. Além dos aspectos psíquicos, é analisada a influência de fatores culturais no resultado e percepção da pesquisa. No Brasil e na Índia, por exemplo, o médico verificou que a crença na reencarnação criou um clima favorável à narração de lembranças de uma vida anterior.

Segundo os dados levantados pelo professor Stevenson, as crianças entrevistadas mostravam um comportamento incomum em suas famílias, coincidente, todavia, com o das pessoas falecidas que elas alegavam ter sido. Os relatos dessa vida passada surgiam, geralmente, aos dois anos de idade, e conforme seu desenvolvimento estes fatos relatados anteriormente eram esquecidos pelo indivíduo. O pesquisador chama atenção para a importância dos resquícios de comportamentos de vidas passadas como um terceiro componente para o desenvolvimento da personalidade humana (sendo os outros dois os genes e o ambiente de criação), já que os traços da personalidade assumida na vida passada influenciariam diretamente o comportamento, manifestando-se sob forma de xenoglossia responsiva (falar um idioma não aprendido), fobias ou depressões.

O psiquiatra detalha os relatos de entrevistas concedidas durante a investigação acrescentando elementos geográficos e culturais importantes para análise. Ao mesmo tempo, ele se afasta de dogmatismos nos resultados obtidos e afirma que todos os casos analisados são considerados sugestivos, possíveis de reencarnação e não podem ser tomados como uma prova absoluta.

Reencarnação: vinte casos é uma das obras que inauguram a categoria Fatos e Estudos, estruturada para a divulgação de pesquisas e estudos científicos sobre o comportamento humano, no que se refere a fenômenos paranormais, além de testemunhos e vivências de transformação voltadas para o aprimoramento humano. Este é o primeiro lançamento de uma série de estudos sobre reencarnação que a editora pretende publicar. Encontram-se no prelo mais dois livros do professor Stevenson: Reencarnação: estudos científicos de casos reais na Europa e Reencarnação: crianças que se lembram de vidas passadas. Dessa forma, todo o material do professor Stevenson, coletado em mais de cinquenta anos de estudos e transformado em livros, chega ao leitor brasileiro por meio da Editora Vida & Consciência.

Sobre o autor – Ian Stevenson nasceu no Canadá em 31 de maio 1918. Foi psiquiatra e diretor dos departamentos de Parapsicologia e Medicina e Psiquiatria Comportamental na Universidade da Virgínia, EUA, além de ter se graduado em Medicina na Universidade da Virgínia. Stevenson sempre incluiu em suas pesquisas temas importantes, dentre os quais um em especial: a reencarnação. A experiência de quase-morte (EQM), as aparições ou visões no leito de morte, a problemática da relação entre mente e cérebro e a permanência da personalidade pós-morte são outros assuntos vinculados às pesquisas do autor. O professor Stevenson dedicou, com afinco, meio século de estudos debruçados sobre lembranças que crianças tinham de vida passada (denominadas hipótese de sobrevivência da consciência após a morte). Catalogou mais de 2 mil casos de reencarnação e publicou três livros sobre essa temática, que serão publicados pela Editora Vida & Consciência. Segundo o renomado cientista e astrônomo americano Carl Sagan (1934-1996), este é um dos poucos estudos sobre o fenômeno paranormal que merece, efetivamente, ser analisado. Ian Stevenson faleceu nos Estados Unidos, em 8 de fevereiro de 2007.

 


>>> clique aqui para ver a lista completa de notícias

>>> clique aqui para voltar a página inicial do site

topo