Espiritualidade e Sociedade



Notícias :

Dona Aparecida - homenagem e história



28
/09/2010

 

No dia 30 de setembro de 2010 o Hospital do Pênfigo irá inaugurar novas instalações e tanto a direção, como os funcionários e a Associação de Voluntários do Lar da Caridade aproveitarão para realizar uma homenagem a Dona Aparecida.

Dia 30 de setembro de 2010 às 19horas - Local: Rua João Alfredo, 437 – B. Abadia. Uberaba-MG

“Que esta data marque o exemplo maior de nossa querida Dona Aparecida frente aos trabalhos desta Instituição.” - Ivone Aparecida Vieira da Silva - Presidente do Lar da Caridade/Hospital do Pênfigo

__________________________________________________________

 

Abaixo uma breve história de quem tanto fez por amor e caridade.

HOMENAGEM Á DONA APARECIDA

Desencarnou dia 22 de dezembro, por volta de 9h, aos 95 anos, Dona Aparecida Conceição Ferreira, conhecida como dona Cida do Lar da Caridade - Hospital do Fogo Selvagem, antigo Hospital do Pênfigo. Dona Cida há mais de 50 anos cuidava dos doentes e também das crianças, estas sem a doença, com toda dedicação.

Quando era enfermeira em um Hospital de Uberaba, prestes a fechar, ela levou todos para sua casa. Ao chegar a família se assutou! O marido não aceitava, nem os filhos, daí disseram à ela: ” Ou nós ou eles” e dona Cida disse: ”Vocês já estão todos grandes e criados, eles não tem ninguém, eu fico com eles”. Foram embora de casa... mas depois voltaram, compreenderam a tarefa e passaram a ajudá-la.Um espírito abnegado, sem dúvida.

Disse-lhe Chico Xavier que ela estava tentando resgatar seus débitos porém sem sucesso, mas desta vez conseguiu reencarnando negra, pobre e cheia de filhos doentes para cuidar. Os insultos, preconceitos, descasos foram inúmeros. Também, em suas conversas, dizia que Chico Xavier havia lhe contado que ela viveu no tempo da fogueira, da inquisição, e aquelas pessoas também. Ela perguntou à ele: “Chico, o que eu era?” Ele respondeu: “Você, minha irmã, era a mandante”.

Não recordo de tantos outros trabalhadores da Seara do Cristo com este desprendimento. Com certeza existem, pois o trabalho não precisa ser com alarde, Jesus espera de nós apenas o trabalho de amor ao próximo. Naturalmente um se projeta mais que outro. Podemos citar, logo ali perto de Uberaba, Irmão Tadeu, da Casa do Caminho, em Araxá-MG. Tadeu, em visita recente a RBN, disse que foi visitá-la. As pessoas sempre diziam: “Tadeu, Dona Aparecida fala que o senhor é um brancão orgulhoso que nunca foi lá na casa dela”.

Após a desencarnação de Chico Xavier as doações diminuíram porque as caravanas aproveitavam a visita ao Grupo da Prece e passavam por lá deixando alimentos, produtos de higiene e limpeza. As doações em dinheiro serviam para pagamento de funcionários, contas de água, energia elétrica e telefone. Agora é preciso usar também a mesma verba para comprar alimentos, o que gera um gasto maior para a instituição.

Tantas histórias ela contava aos que visitavam o Hospital, alegrias, desapontamentos, dores do passado como o dia que foi presa em São Paulo, acusada de pedir dinheiro para si, que Uberaba já a ajudava. Ela sempre disse, que “não fosse o povo de São Paulo e outras cidades também, mas principalmente o povo de São Paulo, não teria chegado onde chegou”.

Esta era Dona Cida... que retorna à Grande Pátria amparada pelos mais abnegados irmãos espirituais. O médium Divaldo Pereira Franco disse:

"Recebida com júbilos por verdadeira multidão capitaneada pelo apóstolo Chico Xavier, mais uma estrela retorna ao zimbório espiritual para iluminar a noite das almas errantes e sofredoras na Terra."

Partiu sem grandes comentários pelos meios de comunicação, mas com certeza, para onde ela foi ela dispensa tais comentários........obrigada dona Aparecida pelo exemplo

Fonte:http://grupoallankardec.blogspot.com/2010_01_01_archive.html

 

 

Vejam abaixo um vídeo sobre o Hospital:

 


>>> clique aqui para ver a lista completa de notícias

>>> clique aqui para voltar a página inicial do site


topo