Espiritualidade e Sociedade



Notícias :

>   Grupo e Coral Espírita nas Penitenciárias de São Paulo

 


 

24/05/2009

 

No sábado de 09 de maio de 2009 estivemos na Penitenciária Feminina Sant´Ana acompanhando um evento organizado por um grupo espírita em razão do dia das mães, comemorado no dia seguinte, o domingo de 10 de maio.

-> vídeo e fotos abaixo

Há muitos anos pequeno grupo de espíritas começou a regularmente visitar as penitenciárias da cidade de São Paulo. A intenção era singela, semear o Amor e falar de Jesus aqueles considerados como parias pela sociedade, os presidiários.

Cristina, uma das coordenadoras do grupo atual, contou-nos sobre trinta e um anos de atuação na Penitenciária Feminina da Capital, presídio localizado algumas centenas de metros da outra penitenciária citada acima, ambas no bairro de Santana, no antigo complexo do Carandiru, zona norte da capital paulista.

Regularmente, sempre nos sábados de manhã, um grupo de colaboradores espíritas comparece nas penitenciárias femininas citadas acima e atua de forma a evangelizar. Separados por pavilhões, o pequeno grupo dividido em grupos ainda menores reúne-se com algumas das mulheres sentenciadas – ou reeducandas, como pede a linguagem oficial –, e trabalha através de uma metodologia humana, o diálogo, a conversa cristã, o carinho.

Preocupando-se mais com a qualidade, preocupando-se mais em semear a palavra cristã, os ensinamentos da filosofia espírita, procurando dar a conhecer os livros organizados por Allan Kardec e os psicografados por Chico Xavier, antes de tudo o pequeno grupo procura oferecer-se como ponte para um outro olhar sobre a vida, ponte para uma transformação ainda antes do momento de receberem o almejado e desejado alvará de soltura.

Neste sábado específico o grupo foi acompanhado por um coral espírita que visita penitenciárias, asilos, hospitais, creches e orfanatos e que já visitara antes esta mesma penitenciária. Conforme nos conta Lucia, a maestrina, o coral é um grupo amador que trabalha principalmente com a boa vontade e utiliza a música e a magia da música para abrir os corações e chegar mais próximo delas. Ao final cada uma das moças sentenciadas ali presas recebeu um livro espírita de presente.


Lucia, maestrina


Vídeo


Oferecemos na seqüência um vídeo-entrevista com os coordenadores do grupo espírita que comparece nas penitenciárias aos sábados - vídeo


Entrevista com os coordenadores do trabalho

- clique aqui para baixar -

 


Abaixo algumas fotos da comemoração do Dia das Mães

 

 

 



>>> clique aqui para ver a lista completa de notícias

>>> clique aqui para voltar a página inicial do site

topo