Espiritualidade e Sociedade



Sérgio Vencio

>  Mediunidade - Amor em serviço


Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Sérgio Vencio
>   Mediunidade - Amor em serviço

 

Muita gente não sabe, mas a mediunidade não foi inventada pelo espiritismo e muito menos por Allan Kardec. Ela existe desde que o mundo é mundo. E já existia antes que nosso próprio mundo fosse criado. A bíblia está repleta de momentos mediúnicos, ou seja, de narrativas aonde alguém serviu de ponte, de elo de ligação entre o mundo espiritual e o mundo físico.

O grande codificador nos diz claramente que todos somos médiuns, e mais, que na relação com o mundo invisível somos mais comandados do que imaginamos. Um dos motivos para isso é justamente a falta de interesse da maioria das pessoas em aprofundar no assunto, entender o que significa e a forma como desenvolver, se proteger, ajudar, etc...

A relação com o espiritual tem sido confundida com misticismo, feitiçaria, macumba, ou o nome que queiram dar, mas a verdade é que a todo momento quando elevamos o nosso pensamento a Deus, estabelecemos essa ligação e iniciamos uma relação direta com o plano astral. Da mesma forma, a todo momento que emitimos pensamentos negativos, iniciamos uma relação com os espíritos que se afinizam com nossa energia. Isso é mediunidade.

A grande questão é que todos pensamos em mediunidade somente quando lembramos de um Chico Xavier, um Divaldo Franco, mas na nossa vida prática diária, pensar assim nos impede de aproveitar mais e melhor essa relação com o espiritual, nos impede de perceber que a cada momento somos e agimos como médiuns. Podemos não perceber, visualizar, escutar como os grandes médiuns mais famosos pela relação com além, porém isso não muda o fato de que estamos a todo momento emitindo e recebendo energias e pensamentos que podem nos auxiliar ou prejudicar.

Mesmo trabalhadores espíritas experimentados costumam utilizar uma tecla de LIGA-DESLIGA, ligando no centro espírita e desligando quando saem.

O ideal seria que tentássemos manter uma relação saudavel, de fé e consciência com a espiritualidade superior, com Deus e seus trabalhadores. Isso traria grande impacto na nossa saúde física e espiritual. Trabalhos científicos interessantes tem mostrado o poder da fé e da oração na manutenção ou restabelecimento da saúde, com aspectos importantes no tratamento do câncer.

Fingir que essa relação com o espiritual não existe e se negar a entender o processo, é deixar que qualquer energia deletéria possa nos influenciar e prejudicar nossa saúde. Por outro lado, se entendermos que existe uma relação contínua com o plano espiritual, isso poderia nos trazer conforto e proteção, nos mantendo constantemente em contato com energias sutis. E não precisamos esperar o trabalho mediúnico semanal para exercermos nossa mediunidade, o ideal é entendermos que tudo é mediunidade, a todo momento podemos ser e somos instrumentos da espiritualidade para confortar ou desequilibrar, a depender da nossa vontade e disciplina.

Paz e luz!

 

outubro 23, 2011

 

 

 

Fonte: http://medicinaespiritual.blogspot.com/2011/10/mediunidade-amor-em-servico.html

 

 

Leia também de Sérgio Vencio:

>  Auto-obsessão. Porque insistimos em nos sabotar?
>  Há uma causa espiritual para o diabetes?
>  Mediunidade - Amor em serviço
>  Microcefalia, Zika Vírus e uma experiência espiritual
>  Morte Prematura - Entender para aceitar
>  O Perdão que alivia
>  Preparando crianças para o reencarne

 

 


topo