Jáder Sampaio

>    Os Profetas entre os Judeus, os Cristãos e os Espíritas

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Jáder Sampaio
>    Os Profetas entre os Judeus, os Cristãos e os Espíritas

 


 

Estamos estudando, em nossa reunião mediúnica, o capítulo de "O evangelho segundo o espiritismo" que trata dos profetas (capítulo 21 – Haverá falsos cristos e falsos profetas).


O que é profeta?

O senso comum associou os profetas às profecias e entende, hoje, que seriam pessoas com o dom de desvendar o futuro. Na sociedade hebraica, os profetas seriam, de algum modo, um elo entre os homens e Deus, sendo, portanto, capazes de dar sinais da divindade, o que envolve curar doenças, saber de coisas que as pessoas comuns não sabem, e, como diz Kardec, eles seriam “todo enviado de Deus com a missão de instruir os homens e de lhes revelar as coisas ocultas e os mistérios da vida espiritual.” Jesus foi identificado como profeta pela mulher samaritana, no evangelho de João (4:19).

Os profetas estão presentes no cristianismo primitivo. A Bíblia de Jerusalém os identifica como homens que falam em nome de Deus sob a inspiração do espírito santo (pág. 2070) Isso seria um carisma especial, assim como haveria outros carismas, como o dos apóstolos, Perto destes últimos, os profetas teriam um “conhecimento imperfeito e provisório, em relação com a fé.”

O cristianismo primitivo aproxima o profeta do que o espiritismo, hoje, denomina médiuns. Não acreditamos que os médiuns percebam diretamente a Deus, nem ao chamado espírito santo, a não ser que esta denominação tenha o significado de espíritos superiores, identificados com o cristianismo, como muitos dos que se comunicaram à época de Allan Kardec.

Esta reverência respeitosa que desperta a figura do profeta (médium), seja no contexto judaico, seja no cristão primeiro ou no espírita, pode proporcionar uma aceitação quase acrítica do que ele diz, após ser reconhecido como tal. Isto faz com que pessoas sem caráter desejem ser vistos como profetas para obter todo tipo de vantagem dos ingênuos. Daí a preocupação em não se deixar enganar. Kardec dava aos médiuns um papel de intermediários, e não lhes incendiava o ego, cuidado muito importante para o espiritismo do século XXI.


Os profetas entre os cristãos dos primeiros séculos

Os cristãos primeiros tinham a preocupação de não ser enganados por quem se dizia profeta, desde as inúmeras advertências do próprio Jesus (Mateus 7:15-20, por exemplo). Encontramos alguns cuidados na Didaqué, um livro escrito entre 70-120 d.C., de autor desconhecido, mas possivelmente um judeu convertido, da escola de Tiago Menor que imigrou para a Síria. Ele se preocupa com os cristãos que ensinam o cristianismo (didáscalos ?) e com os profetas que viajam de comunidade em comunidade. Ele propõe que haja hospitalidade entre os cristãos, mas com discernimento.

“Se o hóspede estiver de passagem, deem-lhe ajuda no que puderem: entretanto, ele não permanecerá com vocês, a não ser por dois dias, ou três, se for necessário. Se quiser estabelecer-se com vocês e tiver uma profissão, então trabalhe para se sustentar. Se ele, porém, não tiver profissão, procedam conforme a prudência, para que um cristão não viva ociosamente entre vocês. Se ele não quiser aceitar isso, é um comerciante de Cristo. Tenham cuidado com essa gente.” (Didaqué 12:1-5)

Nesta época aceitava-se que o profeta fosse sustentado pela comunidade, se verdadeiro. Contudo, o autor da Didaqué tem o cuidado de estabelecer o que se daria ao profeta. Ele compara o profeta ao professor, e como o professor é digno do seu alimento, o profeta também seria. Neste ponto da história, parece já haver uma mistura entre a função de profeta e a de didáscalo. Como ninguém enriquece com o cristianismo primitivo, o profeta também não. A ele são destinados “os primeiros frutos de todos os produtos da vinha e da eira, dos bois e das ovelhas”. Este é um hábito semelhante ao judaico, de destinar estes bens aos sacerdotes. Gosto particularmente do versículo quatro:

“Se, porém, vocês não têm nenhum profeta, deem aos pobres.”


O Espiritismo e os profetas

Passados os séculos, Kardec retoma o debate dos profetas em “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, porque sabe que tanto médiuns, quanto espíritos, podem equivocar e se equivocarem. Por isso, preocupa-se em instruir o movimento espírita que observe o caráter dos médiuns, assim como os cristãos primeiros se preocupavam com o caráter dos que se apresentavam como profetas.

“O fato de operar o que certas pessoas consideram prodígios não constitui, pois, sinal de uma missão divina, visto que pode resultar de conhecimento cuja aquisição está ao alcance de qualquer um, ou de faculdades orgânicas especiais, que o mais indigno não se acha inibido de possuir, tanto quanto o mais digno. O verdadeiro profeta se reconhece por mais sérios caracteres e exclusivamente morais.” (O Evangelho segundo o espiritismo, cap. XX!, item 5)

Sábias palavras, muito atuais em uma época na qual muitos ainda se deslumbram com o que parece sair da boca ou das mãos dos médiuns.


Fonte: http://espiritismocomentado.blogspot.com.br/2014/02/os-profetas-entre-os-judeus-os-cristaos.html


topo

 

 

Visitem o blog de Jáder Sampaio:

>   Espiritismo Comentado - http://espiritismocomentado.blogspot.com.br

Leiam outros textos de Jáder Sampaio:

>  Ação social espírita no século XXI
>  Allan Kardec e o Islamismo
>  Allan Kardec e os diferentes espíritas
>  Alma, Espíritos e espírito: qual a diferença para Allan Kardec?
>  André Luiz : Cruz ou Chagas
>  O Apocalipse Gnóstico de Paulo de Tarso e a Reencarnação
>  Astrid Sayegh - entrevista por Jáder Sampaio
>  Boicote na Casa Espírita
>  Caçadores de Bruxas
>  Carlos Imbassahy e a jovem médium Aurora
>  As Cartas Psicografadas de Chico Xavier
>  Carlos Alvarado escreve sobre possibilidades de estudos de transe mediúnico
>  A Casa de Chico Xavier
>  Chico Xavier e Roberto Muskat
>  Cientista norte-americana escreve sobre passes e desobssessão no Brasil
>  Com o Chico no cinema
>  Como foi Escrito “O Livro dos Espíritos”?
>  Como foi fundada a Federação Espírita Brasileira?
>  A Construção da Psicologia Espírita
>  Convênios de Creches Espíritas com o Poder Público
>  A Criptestesia de Charles Richet e a Hipnose
>  Delanne : pesquisador de Espiritismo
>  Deolindo Amorim conhece Carlos Imbassahy
>  Devem os Centros Espíritas Manter Creches?
>  Os dois conceitos de natureza em Allan Kardec
>  Educação Espírita da Criança
>  O Espiritismo na Áustria
>  Espiritismo na Universidade?
>  Espiritismo ou espiritismo?
>  Estudo sem Conteúdo
>  Estupro de menor e aborto - que pensar?
>  Éthos, Sincretismo e Identidade do Espiritismo Brasileiro
>  Flammarion : um astrônomo diante do mundo dos Espíritos
>  O Gênio céltico : traduzida a obra mais polêmica de Léon Denis
>  Grupo da Fraternidade Irmã Ló
>  Há milagres
>  Há um século e meio - Viagem espírita de 1862
>  A Humildade de Deolindo Amorim
>  A Importância do vínculo psicológico na evangelização de crianças de comunidades
>  O Insight de Allan Kardec
>  As Irmãs Fox, Conan Doyle e o Espiritismo Brasileiro
>  Isolamento de Grupos nos Centro Espírita
>  Judeus e Helenistas no Cristianismo Nascente em Jerusalém
>  Lammenais, a Religião e Allan Kardec
>  Letargia e Catalepsia
>  A LIHPE, a Universidade e o Movimento Espírita
>  Livros, tablets, downloads e pirataria: uma conversa necessária e cultura em uma organização do terceiro setor
>  O Médium de Jerônimo de Praga estudou o Cristianismo
>  Mediunidade : pesquisa e história
>  Mediunidade Intuitiva
>  Meu filho deve ir para a Mocidade antes do tempo?
>  Museu Histórico, Museus Espíritas
>  Nos Bastidores da Obsessão e "O Céu e o Inferno"
>  Orígenes, Reencarnacionista Cristão?
>  Pedro, Tu me Amas?
>  A Pesquisa Qualitativa Entre a Fenomenologia e o Empirismo-Formal
>  Pesquisadores norte-americanos estudam médiuns - Julie Beischel (PhD) e Gary Schawrtz (PhD) publicaram na revista Explore, os resultados de uma pesquisa com médiuns de base experimental
>  Por que acreditamos em reencarnação?
>  A Prática de Aborto afeta a saúde mental da mulher?
>  Prece diminui enxaqueca?
>  O Problema da Territorialização das Sociedades Espíritas
>  Os Profetas entre os Judeus, os Cristãos e os Espíritas
>  Proposta de Associações Municipais de Creches Espíritas
>  Provação, Prova, Expiação e Missão
>  Qual a diferença entre Medicina Alternativa e Medicina Complementar?
>  O que é Medianímico?
>  O que é a Terceira Parte da nossa reunião mediúnica
>  O que um Papel Kraft tem a ver com Deus?
>  Quem é O Sal da Terra?
>  Quem é o próximo?
>  Quem foi Alfred Russel Wallace?
>  A Religião e a Modernidade
>  Religião pode ser boa para a saúde mental?
>  Resenha do livro O Espiritismo, uma nova filosofia, de Maurice Lachâtre: entre Kardec, o anarquismo e o socialismo do século XIX
>  Sensações dos Médiuns
>  Schemata
>  Sobre o conceito de Espírito
>  Sofrimento e mecanismos de defesa de voluntários
>  O Solstício e o Natal
>  Tertuliano e os Cristãos do Segundo Século
>  Trabalhadores, Frequentadores ou Assistidos?
>  Trajetória da "Sociedade Anônima" segundo Simoni Privato - Século XIX
>  Tratamento "Espiritual" em mulheres com Artrite reumatoite na Dinamarca
>  Tratamento Espiritual (Healing) beneficia pacientes com sintomas crônicos?
>  Tratamentos semelhantes ao Passe e à Prece: Palavras que permitem acessar pesquisas científicas
>  Três Diferentes Tipos de Pesquisas sobre a Mediunidade
>  Um estudo compreensivo sobre a psicografia
>  Um Novo Velho Grande Livro : "Mesopotâmia: luz na noite do tempo", do Espírito Josepho
>  Uma análise de 91 estudos de diferentes formas de tratamentos espirituais
>  Uma História de Amélie Gabrielle Boudet
>  União Espírita Mineira publica cobertura completa do 14º ENLHIPE
>  Vamos?
>  Vidência e Clarividência : uma revisão dos conceitos na literatura espírita, metapsíquica e parapsicológica
>  Voluntários: um estudo sobre a motivação de pessoas e cultura em uma organização do terceiro setor
>  Yvonne e o Ambiente Metaetérico

Vejam também:

Alina Gomide Vasconcelos; Jáder dos Reis Sampaio; Elizabeth Nascimento
>  PMK: Medidas válidas para a predição do desempenho no trabalho?


>   voltar para a página inicial


 



topo