Espiritualidade e Sociedade





Adair Ribeiro

>   A Importância da historiografia na ajuda das traduções das obras de Allan Kardec

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Adair Ribeiro
>    A Importância da historiografia na ajuda das traduções das obras de Allan Kardec

 

 

 

A Importância da historiografia na ajuda das traduções das obras de Allan Kardec

 

Introdução

 

O nosso colega pesquisador Leonil Marques fez algumas constatações interessantes em seus estudos – mostrando mais uma vez a importância das pesquisas colaborativas e sem personalismos.

Analisando nosso post datado de 9/7/2020, que tratava de um manuscrito de Allan Kardec, ele aprofundou as pesquisas e observou que algumas traduções em português efetuadas da obra “Qu'est-ce-que le spiritisme” conteriam erros de tradução e de fatos históricos.

Apesar de não verificarem problemas doutrinários, as pesquisas de Leonil nos fazem refletir sobre a importância da historiografia na ajuda aos tradutores para serem fiéis em suas interpretações aos pensamentos do autor, e ao respeito aos fatos históricos que as fontes primárias nos fornecem.

 

O manuscrito de 5 de março de 1865

Em nosso post de 9 de julho de 2020 - https://www.facebook.com/allankardec.online/posts/157965885817303 - apresentamos um manuscrito inédito do Espírito do Dr. Demeure e Espírito de(a) Verdade.

O manuscrito, escrito de próprio punho por Allan Kardec, datado de 5 de março de 1865, em Ségur, traz a médium Sra. Cazemajour recebendo instruções e respostas para as perguntas formuladas por Allan Kardec ao Espírito Dr. Demeure e ao Espírito de(a) Verdade.

Kardec solicita um conselho sobre a titulação do livro Imitação do Evangelho, visto que o editor, Sr. Didier, o estaria pressionando intensamente à mudança do título. Informa que o seu editor afirmava que a palavra imitação teria qualquer coisa de muito mística e lembraria demais as obras católicas “Imitação de Jesus Cristo”, “Imitação da virgem [Maria]” e outras.

O Dr. Demeure sugere o título para o livro como sendo “Estudo moral sobre o Evangelho do ponto de
vista do Espiritismo”.

Evocado por Kardec, o Espírito de(a) Verdade é objetivo em afirmar que seria necessário trocar o título da sua última obra (Imitação do Evangelho). Segundo Kardec, a resposta foi categórica, sendo dado que o título “A moral do Evangelho segundo o espiritismo”, se ajustaria melhor com a obra que o mestre faria na sequência e que se intitularia “Os milagres e as predições do Evangelho segundo o espiritismo”.

Verificamos que os conselhos sobre a alteração do nome do livro Imitação do Evangelho foram aceitos por Kardec - apesar de diferente do que foi sugerido - sendo que o novo nome foi alterado há apenas poucas semanas antes do lançamento da segunda edição, passando a ser “O Evangelho Segundo o Espiritismo”.

Curiosamente, o título "A moral do Evangelho segundo o Espiritismo" aparece na sexta edição e posteriores da obra "O que é o Espiritismo", no Capítulo III, no item/parágrafo 107 – página 155 - (dentro do assunto Pluralidade dos Mundos), onde é mencionado este título. Além desta página, o título da obra "A moral do Evangelho segundo o Espiritismo" aparece duas vezes nas páginas 100; na página 109 e na página 148. Lembrando que a sexta edição apresenta depósito legal feito, provavelmente, em junho de 1865 (Bibliographie de la France de 24/06/1865).

Esta edição é uma obra aumentada apesar desta informação não constar na capa da edição – mas na página 223 da Revue Spirite de julho de 1865 - é anunciada uma Edição Revisada e Consideravelmente Aumentada. Provavelmente, Kardec pensou em usar o título sugerido pelo Espírito de(a) Verdade, antes de se decidir pelo título definitivo de "O Evangelho segundo o Espiritismo", mas não retirou a referência ao antigo título, que permaneceu em todas as edições. Para maiores informações do livro "O Que é O espiritismo" veja o post de 19/03/2020 - https://www.facebook.com/allankardec.online/posts/117675823179643.

Ainda, no manuscrito, o Espírito de(a) Verdade – antecipando os nomes das obras que seriam lançadas pelo mestre - diz que a série de obras doutrinárias de Kardec seria composta por:

• Uma parte científica: “O livro dos Espíritos”, “O Livro dos Médiuns” e “O Livro dos Magnetizadores” (como sabemos, esta obra jamais foi publicada);

• E uma série destinada à aplicação da doutrina, composta de: “A Gênese segundo o espiritismo”; “A moral do Evangelho segundo o espiritismo”; “Os milagres do Evangelho segundo o espiritismo”; “O céu e o inferno segundo o espiritismo”; “A religião segundo o espiritismo” e “O estado social e o reino de Deus segundo o espiritismo.” (Estas duas últimas obras também não foram publicadas).

As pesquisas de Leonil Marques

Primeiramente, Leonil nos alertou que foram dois os livros mencionados no manuscrito de 5 de março de 1865 que constaram na sexta edição, e posteriores, da obra ““Qu'est-ce-que le spiritisme”:

• A moral do Evangelho segundo o Espiritismo;
• E o livro “O Céu e o Inferno segundo o Espiritismo”.

Lembramos que a 1ª edição de O Céu e o Inferno é colocada à venda por Allan Kardec somente em setembro de 1865.

O texto que aparece na sexta edição (página 109) e posteriores é:
Si ce premier aperçu donne le désir d'en savoir davantage, on lira le Livre des Esprits où les principes de la doctrine sont complètement développés; puis le Livre des médiums pour la partie expérimentale, destiné à servir de guide à ceux qui veulent opérer eux-mêmes, comme à ceux qui veulent se rendre compte des phénomènes. Viennent ensuite les divers ouvrages où sont développées les applications et les conséquences de la doctrine, tels que : La morale de l'Evangile selon le spiritisme, Le ciel et l'enfer selon le spiritisme, etc.

Leonil nos informou que algumas destas traduções deste trecho feitas por alguns tradutores, com relação às obras “La morale de l'Evangile selon le spiritisme” e “Le ciel et l'enfer selon le spiritisme”, e que estas não estariam de acordo com o original em francês:

Na Revista Reformador de 1º de abril de 1884, página 4, tradução de J. Z. Rangel de Sampaio aparece a tradução correta:

“Vêm depois as diversas obras onde são desenvolvidas as aplicações e as consequências da doutrina; como: A moral do Evangelho segundo o Espiritismo, o Céu e o inferno segundo o espiritismo, etc.”

Da versão da FEB, sem tradutor, o final é (p. 165):
“como: O Evangelho segundo o Espiritismo, o Céu e o Inferno segundo o espiritismo, etc.”

Da Opus Editora Ltda. (Obras Completas), p. 298:
“como: O Evangelho segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno, A Gênese, etc.” O acréscimo de “A Gênese” teria sido feito em 1982 por Deocleciano Torrieri Guimarães (21.07.1933-18.09.2009),

Fizemos mais algumas pesquisas e constatamos:

Na Tradução de Evandro Noleto Bezerra - https://www.febnet.org.br/.../05/o-que-e-o-espiritismo.pdf:
“como: O evangelho segundo o espiritismo, O céu e o inferno ou a justiça divina segundo o espiritismo etc.”

Na tradução de Louis Neilmoris - https://www.luzespirita.org.br/leitura/pdf/L6.pdf:
“como: O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno segundo o Espiritismo, etc.”

Na tradução de Albertina Escudeiro Sêco. 1. ed. — Rio de Janeiro: CELD, 2008 - https://www.espiritismo.net/.../files/pages/QEE_LD.pdf:
“como: O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno Segundo o Espiritismo, etc.”

Do site Portal das Casas Espíritas na Internet – www.centroespirita.com.br - Copyright 2004 - LAKE - Livraria Allan Kardec Editora - https://www.centroespirita.com.br/.../oqueeo.../texto_26.asp:
“E tais são: O Evangelho segundo o Espiritismo, o Céu e o Inferno, a Génese, etc.”

Constatamos também que no site O Consolador – Revista Semanal de Divulgação Espírita - http://www.oconsolador.com.br/.../qu-est-ce-que-le... - existe uma edição em “pdf” como sendo uma NOUVELLE EDITION CONFORME A LA 2° EDITION DE 1860 - UNION SPIRITE FRANÇAISE ET FRANCOPHONE. Esta informação de que a edição em “pdf” seria conforme a 2ª edição de 1860 não procede, pois a 2ª edição de 1860 é diferente da edição revista e aumentada de junho de 1865, que está reproduzida nos textos que constam neste arquivo.

 

Conclusão

Com o conhecimento das informações constantes da fonte primária (manuscrito de 5/3/1865) tivemos conhecimento da sugestão para a alteração do nome dado pelo Espírito de (a) Verdade para a obra Imitação do Evangelho Segundo o Espiritismo: “La morale de l'Evangile selon le spiritisme” ou A moral do Evangelho segundo o Espiritismo.

Além disso, pudemos concluir que Allan Kardec cogitou o uso deste nome sugerido, pois este aparece em várias oportunidades na 6ª edição (e posteriores) da obra “O que é o Espiritismo”. Mas, Kardec lançou a 2ª edição com o nome de O Evangelho segundo o Espiritismo, apesar de não haver alterado as respectivas referências nas edições posteriores do livro “O que é o Espiritismo”.

A historiografia construída a partir das fontes primárias nos propiciou entender os fatos históricos relativos a estes acontecimentos.

Isto permitirá aos tradutores a efetuar a correta compreensão dos textos originais existentes na obra “O que é o Espiritismo”. A tradução correta do texto “La morale de l'Evangile selon le spiritisme” não pode ser “Os Evangelhos segundo o Espiritismo”, mas, as informações propiciadas pelas pesquisas efetuadas ajudarão aos tradutores a efetuar notas de rodapé com os devidos esclarecimentos.

Como vimos, alguns tradutores ainda acrescentaram a obra "A Gênese" no referido trecho, demonstrando um total descompasso historiográfico. O acréscimo desta obra – A Gênese - só lançada em 1868, em uma edição lançada em 1865 – O que é o Espiritismo - e que não mais sofreu alterações, além de ser um anacronismo, não condiz com os fatos históricos.

Vimos, também, que a obra “O Céu e o Inferno” - que constou estando no prelo na Revista Espírita de julho de 1865, nas fls. 223 da original em francês - teve o seu nome sugerido neste manuscrito de 5/3/1865, e constou na 6ª edição do livro “O que é o Espiritismo”, conforme as pesquisas de Leonil Marques.

Vimos também que a informação constante do “pdf” da “Nouvelle Edition” em francês, que supostamente estaria em conformidade com a 2ª edição de 1860 não procede, pois a 2ª edição de 1860 é diferente da edição revista e aumentada de junho de 1865, que está reproduzida nos textos que constam naquele arquivo.

Nossos agradecimentos ao colega Leonil Marques pelas informações e pesquisas efetuadas, o que propiciou o desenvolvimento desta publicação.

O manuscrito pertence ao acervo do museu AllanKardec.online.

 

Referências:
1. Bibliographie de la France - https://imslp.org/wiki/Bibliographie_de_la_France;
2. Revista espírita de 1865;
3. Edições da obra “O que é o Espiritismo” - https://www.allankardec.online/search?q=o+que+%C3%A9+o+es;
4. http://www.oconsolador.com.br/.../qu-est-ce-que-le...;
5. Revista Reformador de 1º de abril de 1884, página 4 - http://www.sistemas.febnet.org.br/.../WebSearch/page.php...;
6. OQEOE - versão da FEB, sem tradutor, o final é (p. 165);
7. OQEOE - Da Opus Editora Ltda. (Obras Completas), p. 298;
8. OQEOE - https://www.febnet.org.br/.../05/o-que-e-o-espiritismo.pdf;
9. OQEOE - https://www.luzespirita.org.br/leitura/pdf/L6.pdf;
10. OQEOE - https://www.espiritismo.net/.../files/pages/QEE_LD.pdf;
11. OQEOE - https://www.centroespirita.com.br/.../oqueeo.../texto_26.asp;
12. OQEOE - http://www.oconsolador.com.br/.../qu-est-ce-que-le...;

 

 


Fonte: https://www.facebook.com/allankardec.online/

 




topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual