Espiritualidade e Sociedade



Allan Kardec

>   Os Messias do Espiritismo

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Allan Kardec
>  Os Messias do Espiritismo

 

Revista Espírita
Jornal de Estudos Psicológicos
publicada sob a direção de Allan Kardec

Fevereiro de 1868



1.- Foi-vos dito que um dia todas as religiões se confundirão numa mesma crença; ora, eis como isto ocorrerá. Deus dará um corpo a alguns Espíritos superiores, e eles pregarão o Evangelho puro. Um novo Cristo virá; ele porá fim a todos os abusos que duram há muito tempo, e reunirá os homens sob uma mesma bandeira.

Ele nasceu, o novo Messias, e restabelecerá o Evangelho de Jesus Cristo. Glória ao seu poder!

Não é permitido revelar o lugar onde ele nasceu; e se alguém vier vos dizer: "Ele está em tal lugar", não o creiai, porque ninguém o saberá antes que seja capaz de se revelar, e, daqui até lá, é preciso que grandes coisas se cumpram para aplainar os caminhos.

Se Deus vos deixar viver bastante tempo, vereis pregar o verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo pelo novo Missionário de Deus, e uma grande mudança será feita pelas pregações desse Filho bendito; à sua palavra poderosa, os homens, de diferentes crenças, dar-se-ão as mãos.

Glória a esse divino enviado, que vai restabelecer as leis mal compreendidas e mal praticadas do Cristo! Glória ao Espiritismo que o precede e que vem esclarecer todas estas coisas!

Crede-me, meus irmãos, que não há senão vós que recebeis semelhantes comunicações; mas tende esta em segredo até nova ordem.

(São José; Sétif (Argélia), 1861.)

 

Nota. Esta revelação foi uma da primeiras deste gênero que nos foram transmitidas; mas outras a tinham já precedido. Depois, foram dadas espontaneamente um grande número de comunicações sobre o mesmo assunto, em diferentes centros espíritas da França e do Estrangeiro, que todas concordam pelo fundo do pensamento; e como por toda parte compreendeu-se a necessidade de não divulgá-las, e que nenhuma foi publicada, elas puderam ser o reflexo uma das outras. É um dos mais notáveis exemplos da simultaneidade e da concordância dos ensinos dos Espíritos quando o tempo de uma questão é chegado (1). (1) As comunicações deste gênero são inumeráveis; delas não relatamos aqui senão algumas, e se as publicamos hoje, é que chegou o momento de levar o fato ao conhecimento de todos, e que é ú til, para os espíritas, saber em que sentido se pronuncia a maioria dos Espíritos.

 

 

* continuem a ler - artigo disponível completo em pdf - clique aqui para acessar

 


Revista Espírita
Jornal de Estudos Psicológicos
publicada sob a direção de Allan Kardec

 

 


topo