Espiritualidade e Sociedade



Luiz Carlos Formiga

>   O Cirurgião e a Doença da Negação

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Luiz Carlos Formiga
>   O Cirurgião e a Doença da Negação

 

Nas palavras do neurocirurgião Paulo Niemeyer, Claudio Leite (1) era o maior cirurgião infantil do país. Lança, pela Editora Lacre, um livro sobre a “doença da negação”, através da qual passou por dores extenuantes. Ele diz que está se expondo. No entanto, o benefício que o livro pode trazer aos que passam pela mesma doença, e ainda não se identificaram com ela, compensa a quebra do anonimato.

O médico, hoje com 83 anos, confessa que se julgava acima de tudo. Agnóstico, orgulhoso e prepotente, não queria entender que era portador de uma doença que iguala a todos.

“No AA, você vê juiz ao lado do rapaz de 17 anos que roubou carro para o tráfico.”

“Eu vivia trancado no quarto, sem tomar banho, bebendo vodca.”

“Em 1978, tive um infarto. Não quis ficar internado, porque não poderia beber. Fui para casa e bebia uma garrafa e meia de uísque por dia, infartado.”

Em 1997, com 68 anos, no dia 11 de novembro, seu filho lhe deu uma última chance de tratamento: “tome banho e venha comigo”. Claudio diz que tem uma gratidão eterna pelo AA, pois perdeu muito tempo bebendo a própria vida. Está sóbrio desde então.

Recentemente, estive num Seminário sobre Dependência Química, no Rio de Janeiro. Comecei a pequenina participação com um “Se Beber Não Opere” e terminei com o depoimento da “esposa de um dependente” (2). Claudio diz que “procurava não beber na véspera da cirurgia e nunca entrou num centro cirúrgico bêbado”. Por outro lado percebia as mãos trêmulas. “Um dia, com o paciente já na mesa de cirurgia, liguei para o meu assistente e disse que não tinha condições.”

Tudo começou tomando um uisquinho à noite, para relaxar e descontrair. “Hoje trabalhei muito, mereço.” Todos começam bebendo moderadamente e nem percebem a doença de progressão lenta. Difícil, depois, reconhecer que se está bebendo demais.

A mulher já não falava mais com ele e durante dez anos não dormiram juntos. O doente gosta de quem não fica dizendo: “não beba”. Por isso, vai ao motel e fica 2 ou 3 dias com prostituta, para beber. Ainda encontramos associado ao álcool mais de 60 doenças secundárias, o que não é dito na mídia.

“Durante anos sofri e me destruí, destruí minha família, minha profissão e cheguei à solidão extrema e à completa desmoralização.”

Depois de 20 anos de escravidão, o médico aos 68 anos encontra o AA e desde então são 14 anos sóbrio. O final poderia ser diferente. Conta ele que tinha mania de arma, fez tiro ao alvo. Um dia o filho tirou tudo de casa, porque ele estava com a intenção de dar um tiro na cabeça.

Hoje escreveu “Alcoolismo – A Doença da Negação”. Seu lançamento será adiante.

Certamente ajudara doentes, que ainda não perceberam a própria condição, a dar o salto de qualidade, da consciência de sono à desperta/lúcida.

O alcoolismo é uma dependência química que afeta os componentes físico, mental e espiritual.

“Espiritualidade não é religiosidade”, diz o médico.

Religião, religiosidade e espiritualidade já são discutidas em pós-doutorado. Precisamos examinar essa tese, sem preconceito.

 

(1). Ventura, M. Dois Cafés e a Conta… com Claudio Leite. Revista O Globo, 8 de abril de 2012.
http://www.slideshare.net/SergyoVitro/dois-cafs-e-a-conta-12315754
(2). Seminário Dependência Química e Espiritismo. Se Beber Não Opere (Consciência)
http://sinapseslinks.wordpress.com/2012/01/28/consciencia-na-secretaria-de-saude/
http://ajerj.blogspot.com.br/
http://sinapseslinks.wordpress.com/2012/03/19/dependencia-quimica-e-espiritismo/
http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2012/04/esposa-do-dependente-quimico.html
http://www.recantodasletras.com.br/mensagensdeamor/3561123
Espiritualidade. “12 Passos” do AA"
http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2012/03/12-passos-espiritualidade-e-alcoolicos.html
http://visaoespiritabr.com.br/cura/12-passos
http://www.juli.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=3561284


topo

 

Leia também outros artigos do Professor Luiz Formiga:


->  Alteridade - Termômetro
->  Anencéfalos, argumentos de ministros e "O Livro dos Espíritos"
->  Anomalias fetais: abortar?
->  Apego ao cargo - O poder neurótico
->  Borboletas na janela - texto conta a história de Helen Keller e discute preconceitos comuns
->  Casamentos, ricos e pobres de Espírito
->  Chorão e Retroalimentação
->  A Ciência do espírito
->  As Ciências Biomédicas, os Doutores, o Espiritismo e os Cegos de Nascença
->  Cirurgias, Materializações e Micróbios, Diferentes
->  O Cirurgião e a Doença da Negação
->  Contraceptivo - Titânio para prevenir aborto criminoso
->  Dano e dor sem nome
->  Dependência química - 1,3 bilhão de pessoas são dependentes do tabaco
->  Deus me livre!
->  Diante da Adversidade... A Melhor Defesa
->  Dignidade para a mulher - É necessário restabelecer a igualdade entre cidadãos
->  Discutindo a Sexualidade
->  Drogas. O exemplo Arrasta
->  Drogas e Espiritualidade - instituições religiosas e dependência química
->  Drogas. “Quase Viúva”
->  Educação na idade dourada
->  Eleição? Antes de Votar pergunte ao Candidato Sobre o Aborto  
->  A Elevada missão da Ciência Espírita
->  Encadernação Vermelha, Bioquímica, Finados e Aborto
->  Ensino, Pesquisa e Ética na Microbiologia Médica
->  Escala de Valores, Cura e Prevenção
->  Espíritas e Voluntariado
->  Estudo das Células-tronco - Abordagem científica, jurídica e espírita
->  Ética, Sociedade e Terceiro Milênio
->  Evangelização Espírita e a "Febre das Almas Gêmeas"
->  Fatalidade
->  O Homem, a Mulher e as Linhas Paralelas
->  Incentivar a pesquisa: Universidades brasileiras negligenciam a pesquisa
->  Mainha tinha razão
->  Máscara de Sanidade. Transtorno da Personalidade Antissocial
->  Médicos, Médiuns “de Bem” e o Aborto
->  Médium: “Cuidado Perigo!”
->  A Mulher do "Próximo" - dos delitos e das penas
->  “Não Vai Ter Copo!”
->  O que espero de meus médicos: Idéias para uma "Declaração de Direitos do Paciente Terminal
->  O Poder das Palavras, no Princípio era o Verbo
->  A política do aborto: O que se quer é “desumanizar” o embrião
->  Preconceito, Exclusão, Espíritas, Umbandistas e Ciganos
->  Queria ter um filho assim!
->  Razões da Dor - Os Espíritas e o STF diante dos Fetos Anencéfalos
->  Recebendo a visita de um morto, a cujo funeral compareceu
->  Sexo - Artigo de Compra e Venda
->  Somatização das Doenças
->  O Sonho de Nieta e o Pesadelo de Teresa
->  Suicídio e aborto de anencéfalos
->  Talento extraordinário
->  Tendências Reveladoras
->  Tons de Cinza
->  Umbanda e Candomblé: Torres Gêmeas Afro-brasileiras
->  Um "centro de referência" na UERJ: prevenindo demandas judiciais - Responsabilidade civil x erros de diagnóstico bacteriológico
->  Universidade e Suicídio - Discutindo Arquitetura e Prevenção
->  Vacinação desafio de urgência
->  Vida, Esperança e Fé, para Não Espíritas
->  A Visão Espírita dos sonhos
->  O Zigoto no banco dos réus: Visão espírita das pesquisas que usam células-tronco

Formiga, Luiz Carlos D. & Formiga, André Luiz B.
->  Direito à Saúde: a Constituição brasileira assegura o direito à saúde
->  Universidade da Alma. Cidade Universitária do Espírito

Formiga, Luiz Carlos D. & Formiga, Lívia B.
->  Há sempre um amanhã

Formiga, Luiz Carlos D. & Formiga, Sonia B.
->  Jesus, Tomé e Nós

 

>
topo