Alexandre Fontes da Fonseca

>    A incoerência doutrinária das técnicas no passe
– Projeto Valorizar Kardec – VI

Artigos, teses e publicações

Compartilhar
Alexandre Fontes da Fonseca
>    A incoerência doutrinária das técnicas no passe
– Projeto Valorizar Kardec – VI

 

A 6ª questão do nosso projeto é sobre o passe: as técnicas empregadas no passe têm base doutrinária? SIM ( ) NÃO ( X ). Por “técnicas empregadas no passe”, estamos nos referindo a todo e qualquer procedimento de natureza exterior de posicionamento e movimentos de mãos, pernas ou de outras partes do corpo, sejam do passista, sejam do assistido. Infelizmente, não há base doutrinária que dê suporte a movimentos ou técnicas do passe.

Embora a possível estranheza do leitor, isso não é novidade. Herculano Pires, em sua obra Obsessão, o passe, a doutrinação, já houvera dito isso. Nesta matéria, para compreender a incoerência doutrinária do uso de técnicas no passe, vamos analisar 3 coisas: i) o significado de “ter base doutrinária”; ii) a principal razão para concluirmos que nenhuma técnica do passe tem base doutrinária; e iii) as afirmativas de Herculano Pires em apoio a essa conclusão.

Nos próximos números da revista Dirigente Espírita, analisaremos, sob à luz da Doutrina Espírita, a incoerência doutrinária de alguns tipos específicos de técnicas do passe como fechar ou abrir as mãos em determinados momentos do passe, a velocidade e direção de movimentos do tipo longitudinal, etc.

Uma coisa é dita “ter base doutrinária” quando se pode aplicá-la com os conceitos fundamentais da Doutrina Espírita. Isso é diferente de “estar escrito nas obras de Kardec”. Por exemplo, as palavras “castigo” e “punição” estão escritas em mais de uma obra de Kardec. Mas o fato de estarem escritas nas obras de Kardec, não as tornam conceitos espíritas ou corretos. Quando se estuda a expiação, por exemplo, entendemos que ela significa um processo de (re)educação moral, e não de punição ou castigo. Que o sofrimento proporcionado por uma expiação é uma forma de despertar o Espírito para o bem, e não punição ou castigo pelo mal praticado. Assim, o conceito de expiação tem base doutrinária, mas o de castigo ou punição não tem base doutrinária. Isso é importante porque as técnicas ensinadas em vários cursos de passe não têm base doutrinária, embora encontremos nas obras de Kardec comentários em favor da antiga ciência do Magnetismo, que as propõe.

A principal razão para que técnicas de passe não tenham nenhuma base doutrinária decorre da definição simples de passe (uma doação ou troca de fluidos) e da forma como a Doutrina ensina sobre como os fluidos “funcionam”. Do item 14 do capítulo XIV de A Gênese (GE) temos:

“14. Os Espíritos agem sobre os fluidos espirituais, não os manipulando como os homens manipulam os gases, mas com a ajuda do pensamento e da vontade.” (Grifos em negrito, meus).

Segundo a Doutrina Espírita, é somente pela ação do pensamento e da vontade que os Espíritos conseguem manipular os fluidos, modificar as qualidades do fluido cósmico universal e imprimir neles “esta ou aquela direção(item 14, cap. XIV da GE). Kardec mostra que as qualidades dos fluidos dependem das qualidades do pensamento que age sobre eles (item 15, cap. XIV da GE). Nem mesmo a simples imposição de mãos é necessária, embora seja aceitável por ser um gesto simples. Pensemos: de outro modo, uma pessoa sem as mãos ou sem os braços não poderia aplicar passes? Não poderia usar nenhuma técnica do passe, mas consegue imprimir qualidades aos fluidos e direcioná-los a qualquer pessoa que esteja necessitada. A Doutrina Espírita, portanto, não fornece bases para o uso de gestos e o uso da imposição simples das mãos ou mesmo menos que isso, decorre apenas do bom senso. Mesmo a imposição simples das mãos não terá nenhum efeito se não estiver acompanhada de pensamentos elevados e de um forte e ardente desejo de ajudar o irmão necessitado.

Quem usa técnicas do passe está prejudicando alguém? Não. Mas o que a Doutrina diz é que quem usa técnicas do passe, mas mantém pensamentos elevados e um forte e ardente desejo de ajudar o próximo, aplicará um passe tão bom quanto aquele que não usa nenhuma técnica, mas igualmente mantém os mesmos pensamentos.

Por fim, vejamos o que Herculano Pires pensa sobre o passe:

“O passe espírita é simplesmente a imposição das mãos, usada e ensinada por Jesus como se vê nos Evangelhos.”

“O passe espírita não comporta as encenações e gesticulações em que hoje o envolveram alguns teóricos improvisados.”

“Todo o poder e toda a eficácia do passe espírita dependem do Espírito e não da matéria, da assistência espiritual do médium passista e não dele mesmo.”

“Os passes padronizados e classificados derivam de teorias e práticas mesméricas, magnéticas e hipnóticas de um passado já há muito superado. Os Espíritos realmente elevados não aprovam nem ensinam essas coisas, mas a prece e a imposição das mãos.”

“Toda a beleza espiritual do passe espírita, que provém da fé racional no poder espiritual, desaparece ante as ginásticas pretensiosas e ridículas gesticulações.”

“O passe espírita é prece, concentração e doação. Quem reconhece que não pode dar de si mesmo, suplica a doação dos Espíritos.”

As afirmações acima estão em total sintonia com o que Kardec ensina no capítulo XIV da GE, isto é, elas têm base doutrinária. Não foi à toa que Herculano foi considerado por Emmanuel “o metro que melhor mediu Kardec”.

A próxima questão, em prosseguimento ao nosso estudo sobre o passe, segundo o Espiritismo, é sobre o movimento longitudinal e/ou transversal seja para infundir fluidos ou dispersar fluidos no assistido. Isso têm base doutrinária? Sim ou não ?.

 

Bibliografia

PIRES, J. H. 2009. Obsessão, o passe, a doutrinação, Editora Paidéia, 10ª edição, São Paulo, SP.

KARDEC, A. 1996. O livro dos médiuns. Editora FEB, 96ª edição, Rio de Janeiro, RJ.

 

 


* Alexandre Fontes da Fonseca é físico e professor da Unicamp, escritor e palestrante espírita.





Fonte: https://usesp.org.br/2020/05/10/a-incoerencia-doutrinaria-das-tecnicas-no-passe-projeto-valorizar-kardec-vi/





topo

 

Visitem também o Jornal de Estudos Espíritas (JEE), editado por Alexandre Fontes da Fonseca
       -   https://sites.google.com/site/jeespiritas

Leiam outros artigos de Alexandre Fontes da Fonseca

>  Aliança entre Ciência e Religião: Uma Contribuição da Matemática
>  Amai-vos e instruí-vos: estudando Ciência

>  Análise Científica da Teoria da Apometria
>  Análise de 'A Teoria Corpuscular do Espírito' e 'Psi quântico
>  Aniversário do Desencarne de Kardec: como comemorar?
>  A atualidade do termo “fluido” no Espiritismo
>  Caos, complexidade e a influência dos espíritos sobre os fenômenos da natureza
>  Caráter Progressivo do Espiritismo versus Responsabilidade do Movimento Espírita: Dúvidas e Solução
>  Carne: comer ou não comer? Eis a questão sob a luz da Doutrina Espírita
>  A Ciência em busca da verdadeira felicidade
>  Ciência e Espiritismo: um alerta de Allan Kardec e André Luiz
>  Controvérsias, contradições e polêmicas: um paralelo entre a Ciência e o Espiritismo
>  Chips em Cérebros: o que diz o Espiritismo
>  O Cientista, a pulga e Kardec
>  Como se ver livre da Obsessão?
>  Como o Espiritismo contribui para a Sociedade?
>  Considerações sobre a Ressonância "Shumann"
>  Cura Quântica
>  Curas: pomadas e cremes de origem mediúnica sob a luz do Espiritismo
>  Das Simetrias da Natureza às leis Morais
>  Duplo etérico: conceito espírita ou não?
>  É correto falar magnetismo?
>  Em Busca dos Mecanismos da Mediunidade
>  Estaria o Espiritismo ultrapassado?... Ou muito na frente?
>  O Espiritismo e a Universidade: condições necessárias mas não suficientes
>  Explicando conceitos espíritas em Mecanismos da Mediunidade parte I: analogia com raios gama
>  Explicando conceitos espíritas em Mecanismos da Mediunidade parte II: analogia com circuitos elétricos
>  Evocação direta de Espíritos: quatro condições necessárias para fazê-la com um fim sério
>  Evocação no Movimento Espírita: quem disse que não há?
>  A Fábula dos Três Porquinhos e o Estudo do Espiritismo
>  Fé Raciocinada: Segundo Jesus, a Maior Fé!
>  Fenômeno de transporte: Bozzano, Zöllner, a Física e o Espiritismo
>  Física Quântica e Espiritismo : Um Alerta!
>  O Fluido Cósmico Universal e as Teorias Cosmológicas
>  Fluidos espirituais obedecem aos passes longitudinal e transversal?
>  O Genoma Humano e a Identidade do Espírito
>  O homem que questionou Jesus
>  Homenagem aos 150 anos do Espiritismo: uma análise matemática do Método do Controle Universal do Ensino dos Espíritos
>  Homenagem aos 156 anos (1857-2013) do Espiritismo: uma análise matemática do Controle Universal do Ensino dos Espíritos
>  A Importância do "Instruí-vos"
> A incoerência doutrinária das técnicas no passe
>  O “insight” pertence ao cérebro ou ao Espírito?
>  Jogo do Ultimato e o Progresso da Humanidade
>  Magnetismo ou Espiritismo? Parte I: A excelência teórica do Espiritismo
>  Magnetismo ou Espiritismo? Parte II: Reflexões em torno da palavra magnetismo no movimento espírita
>  Matéria e Energia Escura: não são o Fluido Universal
>  Mecanismos da Mediunidade segundo o Espiritismo
>  "Mensagem" dos Cristais de Água: Cientificamente NÃO Comprovado
>  A obra "A Física da Alma" e o Espiritismo
>  Opinião do espírita no movimento espírita
>  Parábola do Semeador: Revisitando Reflexões sobre o “Semeador”
>  O Pensamento é matéria? É quântico?
>  Permanentes Mudanças e Permanência
>  Pesquisa Espírita e Espiritualista
>  A Pureza Doutrinária e a Ciência
>  O que é Apometria e diferenças entre ela e o Espiritismo
>  O que é que o Espiritismo tem... que os outros não tem?
>  O que seria Pureza Doutrinária segundo o Espiritismo?
>  Sobre Caboclos e Pretos Velhos
>  A Transmissão do Pensamento é um Fenômeno Não-Local?
>  Um ensaio sobre matéria e energia
>  Uma análise científica de algumas afirmações de A Grande Síntese, de Pietro Ubaldi
>  Viagem no tempo: uma restrição espírita

Curso de Ciência e Espiritismo :
>   1 - Introdução e Conceito de Ciência
>   2 - O Método científico e um pouco mais sobre ciência
>   3 - A Ciência Espírita e a divulgação dos trabalhos científicos
>   4 - Tópicos de pesquisa multidisciplinar entre algumas Ciências e o Espiritismo - O método de análise por pares
>  5 - Contribuições da Matemática : Periódicos espíritas
>  6 - Física e Espiritismo I : propriedades da matéria - A diferença entre livros e artigos
>  7 - Física e Espiritismo II : energia e matéria. Referências científicas na pesquisa espírita
>  8 - Física e Espiritismo III : Análise dos Fenômenos Espíritas. Exemplos de pesquisas com valor científico
>  9 - Física e Espiritismo IV : Fenômenos espíritas: Clássicos ou quânticos?
>  10 - Física e Espiritismo V : Deus, Espírito e Função de onda
>  11 - Comprovação científica versus característica científica
>  12 - Física e Espiritismo : considerações finais
>  13 - O Espiritismo e a Universidade
>  14 - O que é um Projeto de Pesquisa ?
>  15 - Exemplo de Projeto de Pesquisa Espírita
>  16 - O Estudo e a orientação no trabalho de pesquisa espírita
>  17 - O Laboratório da Pesquisa Espírita
>  18 - Conclusões Finais

> Curso de Ciência e Espiritismo - texto completo em word

Artigos com co-autoria:

Alexandre Fontes da Fonseca; Ademir Xavier Jr.,
> Um Diálogo Fraterno sobre Ciência & Espiritismo

Alexandre Fontes da Fonseca; Alvaro Vannucci
> Embriões congelados: espíritos ligados por até 12 Anos

Alexandre Fontes da Fonseca; Andrea Laporte
> Os centros de força não são conceitos espíritas

Alexandre Fontes da Fonseca; Antonio Cunha Leite Lacerda; CristianoTorchi
> Reflexões Críticas sobre o Perispírito e sua Influência na Formação e Manutenção do Corpo Físico

Alexandre Fontes da Fonseca; Leonardo Marmo Moreira
>    As Barreiras vibratórias e suas consequências para a programação reencarnatória
>    Reencarnação e suas evidências científicas: trabalhos acadêmicos de Erlendur Haraldsson e correlações doutrinárias

Alexandre Fontes da Fonseca; Marise Simões
>   Instinto: inteligência de origem divina na matéria

 



topo


Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual