Alexandre Fontes da Fonseca

>    A incoerência doutrinária das técnicas no passe
– Projeto Valorizar Kardec – VI

Artigos, teses e publicações

Compartilhar
Alexandre Fontes da Fonseca
>    Fluidos espirituais obedecem aos passes longitudinal e transversal?
– Projeto Valorizar Kardec – VII

 

 

 

Na matéria anterior, mostramos, com base em Kardec, que o uso de técnicas no passe não tem base doutrinária. Aqui, complementaremos a questão anterior: os movimentos de braços e mãos conhecidos como longitudinal e transversal são necessários para infundir ou dispersar fluidos? Há bases doutrinárias para justificar isso?

Resposta: SIM ( ) NÃO ( X ).

O princípio doutrinário que fundamenta a resposta está no item 14 do capítulo XIV de A Gênese:

Os Espíritos agem sobre os fluidos espirituais, não os manipulando como os homens manipulam os gases, mas com a ajuda do pensamento e da vontade. O pensamento e a vontade são para os Espíritos o que a mão é para o homem. Pelo pensamento, eles imprimem aos fluidos espirituais esta ou aquela direção; eles os aglomeram, combinam ou dispersam;” (Grifos em negrito, meus).

Essas afirmativas são muito claras. Os fluidos espirituais não obedecem aos movimentos das mãos. Segundo a Doutrina Espírita (DE) são o pensamento e a vontade que determinam “esta ou aquela direção” que os fluidos devem seguir; como ou quanto eles devem se “aglomerar”; como devem se “combinar”; ou se “dispersar”.

Os cinco tipos de movimento mais comuns que são praticados no passe são: 1) movimento longitudinal de mãos devagar ou parando sobre um órgão para infundir ou aglomerar fluidos no assistido ou no órgão; 2) movimento longitudinal rápido para remover ou dispersar maus fluidos ou em excesso; 3) movimentos transversais rápidos para dispersar fluidos. Acredita-se que para interromper um transe mediúnico, a técnica do movimento transversal rápido seria capaz de desfazer a combinação de fluidos entre o médium e o desencarnado; 4) ao término de um movimento longitudinal, é necessário fechar as mãos ao reposicioná-las sobre a cabeça do assistido para não perturbar o fluxo de fluidos; 5) ao término do passe, é necessário fechar uma das mãos e colocá-la nas costas, e posicionar a outra mão aberta sobre a cabeça do assistido.

Alguns dizem que seria para fechar o campo fluídico do assistido. Há quem chega ao ponto de dobrar o corpo para aplicar um passe longitudinal num nenê deitado de lado no colo de outra pessoa porque pensa que a direção e sentido do passe são relevantes.

Infelizmente, nenhuma dessas técnicas e práticas tem base em conceitos da DE. Cita-se, como referências, obras mediúnicas ou de encarnados que não justificam tais práticas com base em Kardec. Segundo a DE, não são os movimentos longitudinal, transversal, ou de abrir ou fechar as mãos (ou dedos) que vão movimentar, infundir (aglomerar) ou dispersar fluidos, nem abrir ou fechar o campo fluídico do assistido. Somente o pensamento e a vontade agem sobre os fluidos espirituais.

Os irmãos que fazem uso dessas técnicas, pensam que elas são efetivas e, ao acreditar nessa efetividade, direcionam os fluidos com esse pensamento. É como o religioso que acredita no poder de uma vela, ritual ou talismã. Embora pensem que direcionam os fluidos com os movimentos das mãos, é o pensamento deles que os movimentam. Apesar do resultado final ser efetivo para o assistido, é fundamental ensinar e esclarecer o que é doutrinariamente correto a todos os companheiros espíritas. A fé raciocinada assim o exige.

Alguns argumentam que se não houver movimentos no passe, os assistidos vão pensar que não estão recebendo ajuda espiritual e esse pensamento atrapalharia o recebimento de bons fluidos. Realmente, o pensamento dos assistidos é importante no recebimento da ajuda espiritual. Mas é responsabilidade do movimento espírita, e uma forma de caridade, educar os assistidos nesse assunto. A simples imposição de mãos já proporciona um sinal suficiente de que o passe está sendo aplicado. O objetivo da DE é o esclarecimento doutrinário do Evangelho e o incentivo à dependência dos movimentos do passe não é caridade. A DE garante que se um assistido estiver, realmente, necessitado do auxílio do passe, irá recebe-lo independentemente da utilização de movimentos das mãos. A DE garante que um nenê no colo irá receber bons fluidos pela simples imposição de mãos e ação do pensamento.

Dirigente espírita, se a Casa Espírita sob sua responsabilidade ensina e pratica o passe com a utilização de técnicas e movimentos, está na hora de esclarecer os colaboradores. Note que não precisa mudar a atividade de uma hora para outra. Trabalhe primeiro o esclarecimento doutrinário dos colaboradores. Oriente-os, por exemplo, a estudar o capítulo XIV de A Gênese. Coloco-me à disposição para ajudar, se precisar. O esforço nesse sentido é responsabilidade dos dirigentes e colaboradores espíritas, além de uma forma de caridade para com adeptos e frequentadores espíritas.

 

Bibliografia

KARDEC, A. 1996. O livro dos médiuns. Editora FEB, 96ª edição, Rio de Janeiro, RJ.

 


* Alexandre Fontes da Fonseca é físico e professor da Unicamp, escritor e palestrante espírita.




Fonte: https://usesp.org.br/2020/08/24/projeto-valorizar-kardec-vii/





topo

 

Visitem também o Jornal de Estudos Espíritas (JEE), editado por Alexandre Fontes da Fonseca
       -   https://sites.google.com/site/jeespiritas

Leiam outros artigos de Alexandre Fontes da Fonseca

>  Aliança entre Ciência e Religião: Uma Contribuição da Matemática
>  Amai-vos e instruí-vos: estudando Ciência

>  Análise Científica da Teoria da Apometria
>  Análise de 'A Teoria Corpuscular do Espírito' e 'Psi quântico
>  Aniversário do Desencarne de Kardec: como comemorar?
>  A atualidade do termo “fluido” no Espiritismo
>  Caos, complexidade e a influência dos espíritos sobre os fenômenos da natureza
>  Caráter Progressivo do Espiritismo versus Responsabilidade do Movimento Espírita: Dúvidas e Solução
>  Carne: comer ou não comer? Eis a questão sob a luz da Doutrina Espírita
>  A Ciência em busca da verdadeira felicidade
>  Ciência e Espiritismo: um alerta de Allan Kardec e André Luiz
>  Controvérsias, contradições e polêmicas: um paralelo entre a Ciência e o Espiritismo
>  Chips em Cérebros: o que diz o Espiritismo
>  O Cientista, a pulga e Kardec
>  Como se ver livre da Obsessão?
>  Como o Espiritismo contribui para a Sociedade?
>  Considerações sobre a Ressonância "Shumann"
>  Cura Quântica
>  Curas: pomadas e cremes de origem mediúnica sob a luz do Espiritismo
>  Das Simetrias da Natureza às leis Morais
>  Duplo etérico: conceito espírita ou não?
>  É correto falar magnetismo?
>  Em Busca dos Mecanismos da Mediunidade
>  Estaria o Espiritismo ultrapassado?... Ou muito na frente?
>  O Espiritismo e a Universidade: condições necessárias mas não suficientes
>  Explicando conceitos espíritas em Mecanismos da Mediunidade parte I: analogia com raios gama
>  Explicando conceitos espíritas em Mecanismos da Mediunidade parte II: analogia com circuitos elétricos
>  Evocação direta de Espíritos: quatro condições necessárias para fazê-la com um fim sério
>  Evocação no Movimento Espírita: quem disse que não há?
>  A Fábula dos Três Porquinhos e o Estudo do Espiritismo
>  Fé Raciocinada: Segundo Jesus, a Maior Fé!
>  Fenômeno de transporte: Bozzano, Zöllner, a Física e o Espiritismo
>  Física Quântica e Espiritismo : Um Alerta!
>  O Fluido Cósmico Universal e as Teorias Cosmológicas
>  Fluidos espirituais obedecem aos passes longitudinal e transversal?
>  O Genoma Humano e a Identidade do Espírito
>  O homem que questionou Jesus
>  Homenagem aos 150 anos do Espiritismo: uma análise matemática do Método do Controle Universal do Ensino dos Espíritos
>  Homenagem aos 156 anos (1857-2013) do Espiritismo: uma análise matemática do Controle Universal do Ensino dos Espíritos
>  A Importância do "Instruí-vos"
> A incoerência doutrinária das técnicas no passe
>  O “insight” pertence ao cérebro ou ao Espírito?
>  Jogo do Ultimato e o Progresso da Humanidade
>  Magnetismo ou Espiritismo? Parte I: A excelência teórica do Espiritismo
>  Magnetismo ou Espiritismo? Parte II: Reflexões em torno da palavra magnetismo no movimento espírita
>  Matéria e Energia Escura: não são o Fluido Universal
>  Mecanismos da Mediunidade segundo o Espiritismo
>  "Mensagem" dos Cristais de Água: Cientificamente NÃO Comprovado
>  A obra "A Física da Alma" e o Espiritismo
>  Opinião do espírita no movimento espírita
>  Parábola do Semeador: Revisitando Reflexões sobre o “Semeador”
>  O Pensamento é matéria? É quântico?
>  Permanentes Mudanças e Permanência
>  Pesquisa Espírita e Espiritualista
>  A Pureza Doutrinária e a Ciência
>  O que é Apometria e diferenças entre ela e o Espiritismo
>  O que é que o Espiritismo tem... que os outros não tem?
>  O que seria Pureza Doutrinária segundo o Espiritismo?
>  Sobre Caboclos e Pretos Velhos
>  A Transmissão do Pensamento é um Fenômeno Não-Local?
>  Um ensaio sobre matéria e energia
>  Uma análise científica de algumas afirmações de A Grande Síntese, de Pietro Ubaldi
>  Viagem no tempo: uma restrição espírita

Curso de Ciência e Espiritismo :
>   1 - Introdução e Conceito de Ciência
>   2 - O Método científico e um pouco mais sobre ciência
>   3 - A Ciência Espírita e a divulgação dos trabalhos científicos
>   4 - Tópicos de pesquisa multidisciplinar entre algumas Ciências e o Espiritismo - O método de análise por pares
>  5 - Contribuições da Matemática : Periódicos espíritas
>  6 - Física e Espiritismo I : propriedades da matéria - A diferença entre livros e artigos
>  7 - Física e Espiritismo II : energia e matéria. Referências científicas na pesquisa espírita
>  8 - Física e Espiritismo III : Análise dos Fenômenos Espíritas. Exemplos de pesquisas com valor científico
>  9 - Física e Espiritismo IV : Fenômenos espíritas: Clássicos ou quânticos?
>  10 - Física e Espiritismo V : Deus, Espírito e Função de onda
>  11 - Comprovação científica versus característica científica
>  12 - Física e Espiritismo : considerações finais
>  13 - O Espiritismo e a Universidade
>  14 - O que é um Projeto de Pesquisa ?
>  15 - Exemplo de Projeto de Pesquisa Espírita
>  16 - O Estudo e a orientação no trabalho de pesquisa espírita
>  17 - O Laboratório da Pesquisa Espírita
>  18 - Conclusões Finais

> Curso de Ciência e Espiritismo - texto completo em word

Artigos com co-autoria:

Alexandre Fontes da Fonseca; Ademir Xavier Jr.,
> Um Diálogo Fraterno sobre Ciência & Espiritismo

Alexandre Fontes da Fonseca; Alvaro Vannucci
> Embriões congelados: espíritos ligados por até 12 Anos

Alexandre Fontes da Fonseca; Andrea Laporte
> Os centros de força não são conceitos espíritas

Alexandre Fontes da Fonseca; Antonio Cunha Leite Lacerda; CristianoTorchi
> Reflexões Críticas sobre o Perispírito e sua Influência na Formação e Manutenção do Corpo Físico

Alexandre Fontes da Fonseca; Leonardo Marmo Moreira
>    As Barreiras vibratórias e suas consequências para a programação reencarnatória
>    Reencarnação e suas evidências científicas: trabalhos acadêmicos de Erlendur Haraldsson e correlações doutrinárias

Alexandre Fontes da Fonseca; Marise Simões
>   Instinto: inteligência de origem divina na matéria

 



topo


Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual