Espiritualidade e Sociedade





Marco Aurélio Vinhosa Bastos Júnior

>   Melatonina e Catecolaminas Plasmáticas, atividade elétrica cerebral e atividade autonômica cardíaca durante experiências anômalas em um contexto religioso

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Marco Aurélio Vinhosa Bastos Júnior
>     Melatonina e Catecolaminas Plasmáticas, atividade elétrica cerebral e atividade autonômica cardíaca durante experiências anômalas em um contexto religioso

Dissertação apresentada como requisito para a obtenção do título de mestre em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.
Orientador: Prof. Dr. Paulo Roberto Haidamus de Oliveira Bastos
Coorientador: Prof. Dr. Giancarlo Lucchetti

 

* texto disponível em pdf - clique para acessar

 

Resumo

A mediunidade e a possessão espiritual são fenômenos culturais encontrados em muitas sociedades ao redor do mundo. No Brasil, o Espiritismo (uma tradição em que a mediunidade é enfatizada) é a terceira maior denominação religiosa. A “hipótese da absorção” (associação de intensos aumentos na atenção focada com uma concomitante redução na autoconsciência) é uma das teorias neuropsicológicas mais amplamente aceitas para explicar estas vivências, embora existam ainda outras sugestões sobre possíveis mecanismos neurofisiológicos subjacentes.

O objetivo do presente estudo foi investigar correlatos fisiológicos durante vivências dissociativas não patológicas em vinte médiuns Espíritas experientes, do sexo feminino, comparados com vinte participantes controles, não médiuns, do sexo feminino, no mesmo contexto religioso. Mensuramos as potências espectrais eletroencefalográficas (EEG) em eletrodos frontais (nas bandas de frequência teta, alfa e beta), coerências eletrocorticais inter-regionais e parâmetros de variabilidade da frequência cardíaca (VFC) em três momentos: antes, durante e após a comunicação mediúnica. Também mensuramos os níveis plasmáticos de hormônios e substâncias neuroativas, bem como sinais vitais, em dois momentos: antes e imediatamente após a comunicação mediúnica. As médiuns tiveram aumentos significativamente maiores na frequência cardíaca e nos níveis plasmáticos de noradrenalina, hormônio tireo-estimulante (TSH), prolactina e creatina-fosfoquinase (CPK), comparadas com o grupo controle. No EEG, as médiuns tiveram maiores potências beta em alguns eletrodos em todas as fases do experimento, maior potência teta em um eletrodo durante a comunicação e maior potência alfa em um eletrodo após a comunicação. Além disso, durante a comunicação, as médiuns apresentaram um deslocamento significativo do sistema nervoso autônomo a favor da atividade simpática, comparado com um deslocamento a favor da atividade parassimpática (entre outros sinais de relaxamento, como em um estado meditativo) no grupo controle. Não foi observado efeito de grupo significativo para a melatonina, para as coerências eletrocorticais inter-regionais ou para os parâmetros de VFC de períodos amostrais analisados uma hora antes e uma hora após a comunicação. Para os parâmetros de EEG, não foram detectados efeitos de condição (comparações intra-grupos) significativos. Não foram observados padrões ictais ao EEG, exceto por uma médium que, embora sem antecedentes de epilepsia, apresentou padrão ictal durante todas as fases do experimento.

Teorizamos que a breve excitação manifestada pelas médiuns possa ter ocorrido devido a um efeito de interferência (Stroop-like). Nossos achados dão suporte adicional aos conceitos de que dissociação patológica e não patológica podem ter implicações fisiológicas diferentes, e de que a absorção possa ter um papel mecanístico neste tipo de experiências sensoriais anômalas. Além disso, são corroboradas as ideias de que sistemas socioculturais poderiam afetar a regulação autonômica cardíaca em alguns indivíduos propensos à absorção, e de que processos de controle cognitivo seriam encadeados durante estas vivências. Finalmente, nossos resultados falam contra a hipótese da elevação da melatonina ser um correlato necessário das experiências mediúnicas.

 

* dissertação completa disponível em pdf - clique para acessar

 

Fonte: https://posgraduacao.ufms.br/sigpos/portal/trabalhos/buscarPorCurso/page:3/cursoId:89

 



topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual