Espiritualidade e Sociedade





Juglans Souto Alvarez, Livia Adams Goldraich, Alice Hoefel Nunes, Mônica Cristina Brugalli Zandavalli, Rafaela Brugalli Zandavalli, Karlyse Claudino Belli, Neusa Sica da Rocha, Marcelo Pio de Almeida Fleck, Nadine Clausell

>    Associação entre Espiritualidade e Adesão ao Tratamento em Pacientes Ambulatoriais com Insuficiência Cardíaca

Artigos, teses e publicações

Compartilhar

Juglans Souto Alvarez, Livia Adams Goldraich, Alice Hoefel Nunes, Mônica Cristina Brugalli Zandavalli, Rafaela Brugalli Zandavalli, Karlyse Claudino Belli, Neusa Sica da Rocha, Marcelo Pio de Almeida Fleck, Nadine Clausell
>   Associação entre Espiritualidade e Adesão ao Tratamento em Pacientes Ambulatoriais com Insuficiência Cardíaca


Juglans Souto Alvarez (1), Livia Adams Goldraich (1), Alice Hoefel Nunes (2), Mônica Cristina Brugalli Zandavalli (2), Rafaela Brugalli Zandavalli (2), Karlyse Claudino Belli (3), Neusa Sica da Rocha (4), Marcelo Pio de Almeida Fleck (4), Nadine Clausell (1)

Heart Failure Program, Division of Cardiology, Hospital de Clinicas de Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2), Hospital de Clinicas de Porto Alegre (3), Division of Psychiatry, Hospital de Clinicas de Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (4), Porto Alegre – Brasil

 

Este artigo é parte de dissertação de Mestrado de Juglans Souto Alvarez pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.


texto disponível em pdf -
clique aqui para acessar

 

Resumo


Fundamento
: A espiritualidade pode influenciar a maneira com que os pacientes lidam com sua doença.

Objetivos: Avaliamos a possibilidade de a espiritualidade influenciar a adesão ao tratamento de pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca.

Métodos: Estudo transversal com pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca, cuja adesão ao tratamento multidisciplinar foi avaliada. Os pacientes foram avaliados sobre qualidade de vida, depressão, religiosidade e espiritualidade, utilizando questionários validados. Foram obtidas correlações entre adesão e variáveis psicossociais de interesse. Modelos de regressão logística exploraram preditores independentes de adesão.

Resultados: Cento e trinta pacientes (idade 60 ± 13 anos; 67% masculinos) foram entrevistados. Observou-se adequado escore de adesão em 38,5% dos pacientes. Nem a depressão ou a religiosidade foram correlacionados à adesão, quando avaliados separadamente. É interessante notar que quando a espiritualidade foi avaliada por ambos, o somatório total de score (r = 0,26; p = 0,003) e os domínios específicos, ela estava positivamente correlacionada à adesão. Por fim, a combinação de espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais mostrou-se um preditor independente de adesão quando ajustado às características demográficas, clínicas e a instrumentos psicossociais.

Conclusão: Espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais foram as únicas variáveis consistentemente associadas à adesão em relação à medicação em uma coorte de pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca. Nossos dados sugerem que abordar adequadamente esses aspectos no cuidado com o paciente pode auxiliar a melhorar o padrão de adesão no complexo tratamento da insuficiência cardíaca. (Arq Bras Cardiol. 2016; [online].ahead print, PP.0-0)

 

texto disponível em pdf - clique aqui para acessar

 

Fonte: Arq Bras Cardiol. 2016; [online].ahead print, PP.0-0 - DOI: 10.5935/abc.20160076 -
- http://www.arquivosonline.com.br/2016/aop/AOP_7341.pdf

 



topo

 

Acessem os Artigos, teses e publicações: ordem pelo sobrenome dos autores :
- A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O
- P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - Allan Kardec
* lembrete - obras psicografadas entram pelo nome do autor espiritual